01/04/2019 às 11h54min - Atualizada em 01/04/2019 às 11h54min

Uberlândia é campeã geral do Circuito Caixa no atletismo

Equipe uberlandense acumulou 117 medalhas e 18 atletas classificados para o nacional

DA REDAÇÃO
Mauro Souza conquistou três medalhas de ouro (Valter de Paula/Secom PMU)
Uberlândia recebeu no último final de semana, a etapa Regional Centro-Leste do Circuito Loterias Caixa de Atletismo e Natação, correspondente à terceira etapa regional. A equipe uberlandense de atletismo foi destaque no Circuito, finalizando a competição nacional com 117 medalhas, sendo 56 de ouro, 43 de prata e 18 de bronze, o que garantiu o título de campeã geral. A competição reuniu 286 competidores no atletismo, disputado no SESI Gravatás, e outros 122 atletas nas provas de natação, realizadas no Praia Clube.

Os destaques dessa etapa no atletismo foram para Mauro Souza, que conquistou três medalhas de ouro e índice para o nacional, Fabiana Souza, também com três ouros, e Joana Helena dos Santos, que ficou com um ouro e uma prata. “Estou muito satisfeita e feliz, principalmente porque já consegui o índice para o Brasileiro nos 100m. Já estou com 56 anos, né? A idade chega e a dedicação tem que dobrar”, comentou Joana.

A equipe é fruto da parceria entre Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu), Associação Paralímpica Uberlandense de Deficientes Visuais (Apuv) e Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel). Leandro Garcia, um dos técnicos do time, avaliou a participação uberlandense como excelente. “Tivemos uma participação muito positiva, com quase todos os atletas medalhando. Fechamos com 18 atletas classificados para o nacional, algo muito expressivo. Essas boas marcas nos colocam muito bem posicionados no ranking, o que é grandioso”, disse.

O diretor técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro, Alberto Martins da Costa, fez uma avaliação sobre o evento esportivo. “Essa é uma competição classificatória para os nacionais e Campeonato Brasileiro, além de estarmos no ano em que se compete o Parapan-Americano, em Agosto. Uberlândia é uma cidade modelo para o esporte paralímpico, então nada mais justo do que trazer um evento dessa magnitude, como é o Circuito Caixa, para a cidade”, disse Alberto.
 
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »