28/03/2019 às 07h34min - Atualizada em 28/03/2019 às 07h34min

Cruzeiro vence o Deportivo Lara com gols de Rodriguinho e Jadson

Rodriguinho marca mais uma vez (Vinnicius Silva/Cruzeiro)

 O Cruzeiro venceu o Deportivo Lara, da Venezuela, na noite desta quarta-feira (27), por 2 a 0, pela segunda rodada do Grupo B da Copa Libertadores da América. Rodriguinho e Jadson fizeram os únicos gols da partida disputada no Mineirão.
Com o resultado, o Cruzeiro é o líder isolado da chave, com seis pontos, 100% de aproveitamento, em duas rodadas. Os venezuelanos ocupam a lanterna, com apenas um ponto, mesmo número do Huracán, terceiro.

O próximo compromisso do Cruzeiro na Libertadores será diante do Emelec, do Equador, em 3 de abril, às 21h30 (de Brasília). Antes disso, o time atuará contra o América-MG, domingo (31), no Independência, pela semifinal do Campeonato Mineiro.
Rodriguinho marcou seu segundo gol na Libertadores em seu segundo confronto com as cores do Cruzeiro. Antes disso, ele havia disputado 12 partidas, 11 com o Corinthians e uma com o Grêmio, sem balançar as redes em nenhuma oportunidade.

Não foi só o gol que transformou o meia-atacante em um nome crucial para a vitória. Ele ainda deu passes importantes, sobretudo para Marquinhos Gabriel, pelo lado esquerdo do ataque, para criação de jogadas. Em um deles, o árbitro da partida se equivocou e marcou impedimento inexistente do ponta esquerda.O lateral sofreu com as triangulações de Fred, Marquinhos Gabriel e Rodriguinho pelo lado esquerdo do ataque do Cruzeiro. Sem reação, o defensor viu o trio cruzeirense criar boas chances e levar muito perigo à meta de Carlos Salazar.

Com mais sequência depois da grave lesão que teve em 2018, Fred voltou a dar um passe para gol de um companheiro no ano. É o segundo do camisa 9 cruzeirense. No jogo desta noite, ele ajeito de cabeça para Rodriguinho invadir a área adversária e estufar a rede de Carlos Salazar. Antes disso, o centroavante foi o responsável pelo toque para Marquinhos Gabriel marcar o quarto da Raposa na goleada por 5 a 0 sobre o Patrocinense, pelas quartas de final do Campeonato Mineiro.

A torcida do Cruzeiro se chateou pela forma como Arrascaeta deixou o clube no início do ano para defender o Flamengo. Porém, não há saudade na Toca da Raposa II. Os apaixonados pelo clube veem Marquinhos Gabriel em ótima fase. Pelo lado esquerdo do gramado, o camisa 20 cria boas chances para o time de Belo Horizonte.

Em uma ótima trama do ataque do Cruzeiro, Rodriguinho acionou Marquinhos Gabriel na ponta esquerda. O camisa 20 chegou à linha de fundo e cruzou para Fred estufar a rede. O assistente Claudio Urrutia assinalou impedimento de Marquinhos Gabriel. O lance causou irritação com razão, pois o atacante estava em posição legal na jogada.

Mano Menezes recebeu cartão vermelho na primeira rodada do Grupo B da Copa Libertadores, quando o Cruzeiro venceu o Huracán por 1 a 0 na Argentina. Na ocasião, ele foi expulso por se queixar da demora para a autorização de uma substituição de sua equipe. Impedido de ficar no banco de reservas, o técnico permaneceu em um camarote do estádio com um celular em mãos.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Juiz: Piero Maza (Chile)
Cartões amarelos: Dedé (C); Giacomo Di Giorgi, Marcos Miers, Manzano (D)
Gols: Rodriguinho, aos 7min 1º de tempo; Jadson, aos 49min do 2º tempo

CRUZEIRO
Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Egídio; Lucas Romero, Henrique, Robinho (Rafinha), Rodriguinho (Jadson) e Marquinhos Gabriel (David); Fred. T.: Sidnei Lobo (auxiliar).

DEPORTIVO LARA
Carlos Salazar; Ignacio Anzola, Marcos Miers, Giácomo Di Giorgi e Leonardo Aponte; Jorge Yriarte, Bernaldo Manzano, Jefre Vargas, David Centeno (Castellanos) e Gonzalo Di Renzo (Freddy Vargas); Lorenzo Frutos (Johan Arrieche). T.: Leo González.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »