06/01/2019 às 07h00min - Atualizada em 06/01/2019 às 07h00min

Brazão projeta mais crescimento em 2019

Promessa do Cruzeiro, goleiro uberlandense está com a seleção sub-20, que disputa o sul-americano no chile neste mês

ÉDER SOARES
Foto: Ascom/CBF
Apesar da pouca idade, o goleiro uberlandense Gabriel Brazão, de 19 anos, demonstra muita maturidade e já vislumbra caminhos promissores no futebol internacional. No final do ano passado, o goleiro foi convocado pelo técnico Tite para os amistosos da Seleção Brasileira contra o Uruguai e Camarões, sendo esse o seu primeiro contato com o time principal do Brasil. O atleta, que passou pelo futsal do Praia Clube, escolinhas da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) e pelo Uberlândia Esporte Clube, está no Cruzeiro desde os 13 anos de idade. 

No final do ano passado, o guarda-metas chegou a ter o nome sondado pela Inter de Milão (Itália), um entre vários clubes europeus que vêm monitorando o jovem talento brasileiro. A multa para quem quiser levar o goleiro está em torno de 45 milhões de euros, aproximadamente R$ 200 milhões. 

Em 2017, Brazão foi eleito o melhor goleiro do Campeonato Mundial Sub-17, sendo que ainda pela seleção verde e amarela conquistou os títulos de campeão sul-americano sub-15 e sub-17. No ano passado, Brazão ganhou ainda o título do Campeonato Mineiro Sub-20 pela Raposa, clube pelo qual já vem integrando o elenco profissional, sendo visto pela crônica esportiva de Belo Horizonte como o sucessor natural do ídolo Fábio, jogador com maior número de jogos na história do Cruzeiro.

Em outubro, o Diário de Uberlândia falou com exclusividade com o jogador, assim que ele soube da primeira convocação para a seleção principal.  “Fiquei muito feliz porque o meu trabalho é sempre pensando em uma evolução na carreira. Ser convocado pelo Tite e estar na seleção é simplesmente fantástico. Não tenho palavras para descrever tamanha alegria por ter esta primeira oportunidade no time principal. Agora é trabalhar, aprender e continuar crescendo”, disse Brazão na época.

INÍCIO

Brazão começou a jogar futebol aos seis anos de idade nas escolinhas da Futel. O primeiro treinador do jogador foi Geraldo Touro, ex-atacante do Uberlândia Esporte, campeão da Taça de CBF de 1984. Aos nove anos, foi jogar futsal no Praia Clube, alternando também uma passagem de seis meses pelas categorias de base do UEC. Depois de um convite do seu então empresário, o cantor gospel Regis Danese, Gabriel passou por duas avaliações no Cruzeiro e foi aprovado.

Com 1,92 m de altura, reflexo apurado e boa tomada de decisão na hora das intervenções, Brazão espera futuramente realizar o sonho de assumir a camisa titular do Cruzeiro, que é seu clube do coração. 

PRÉ-TEMPORADA

Em dezembro, Gabriel quase não teve tempo de curtir os amigos e familiares em Uberlândia durante as férias, e rapidamente teve que se apresentar à Seleção Brasileira Sub-20, que está se preparando no Rio de Janeiro para disputar o Campeonato Sul-americano, que acontece ainda neste mês, no Chile, e vale vaga para o Campeonato Mundial.

Apesar de estar em pré-temporada, o goleiro fez questão de atender a reportagem do Diário de Uberlândia. Antes de falar sobre as metas para 2019, ele deixou claro o quanto 2018 foi importante em sua escalada rumo a voos mais altos na careira. “Esse ano que passou foi maravilhoso, de muitas conquistas, e eu sou muito agradecido por ter tantas conquistas”, afirmou. 

Sobre a convocação feita por Tite, a sua primeira pela Seleção principal, o jogador descreveu a experiência como grandiosa. “O meu primeiro contato com o Tite foi de admiração e de muito respeito. Alguns jogadores eu já tinha conversado, como Alisson, por mensagem. Tenho uma intimidade muito grande com o Dedé e fui pegando uma amizade com todos, o que é muito gratificante. O professor Tite é uma pessoa de caráter e de coração imenso. Foi muito gratificante e aprendi muito com ele ali.”

Ter trabalhado com o atual preparador de goleiros da Seleção, o ex-goleiro Taffarel, que participou de três Copas do Mundo e foi campeão em 1994 (Estados Unidos), foi mais uma oportunidade de aprendizado relatada pelo goleiro uberlandense. “O Taffarel é uma pessoa espetacular. Aprendi muito com ele nestes dias que fiquei na Seleção. Foi um dos grandes goleiros na história da nossa Seleção e eu pude aprender muito com ele”, disse.
2019

Para a temporada que se abre, Brazão projeta um ano ainda mais produtivo. “Planejo manter a minha sequência, tanto no clube, quanto na Seleção. Quero continuar atuando em alto nível e poder fazer o mesmo trabalho que venho fazendo, sempre da melhor maneira.”

Em relação ao processo natural de substituição do ídolo do Cruzeiro, o goleiro Fábio, Brazão garante que é preciso respeitar os jogadores que estão há mais tempo no clube. “Tudo é passo a passo. A gente precisa respeitar uma hierarquia. Com certeza, o sucessor do Fábio deve ser o Rafael [segundo goleiro, de 29 anos], que é um grande goleiro e faz por merecer, pois já está entre os ídolos do Cruzeiro e é uma pessoa maravilhosa, um amigo. Então eu planejo agora somente trabalhar e conquistar mais coisas na base e ajudar o Cruzeiro”, afirmou.

Brazão acredita que o clube celeste terá um ano ainda mais vencedor. “O Cruzeiro, em todos os campeonatos, entra para ganhar. Tenho certeza que vamos entrar para buscar o título em tudo o que disputarmos.”

O jogador garante que estará preparado se pintar neste ano a oportunidade de jogar como titular pelo Cruzeiro. “Penso em treinar e amadurecer da melhor forma. Se tiver alguma oportunidade, eu estarei preparado, isso eu posso garantir. Mas se não houver, estarei treinando, como sempre treinei, pois tenho consciência de que existe um tempo determinado para tudo e no momento certo farei a minha estreia”.

Apesar de estar há muitos ano morando em Belo Horizonte, o goleiro não deixa de falar sobre o seu carinho em relação a Uberlândia. “É uma cidade que eu tenho um carinho, pois é onde nasci e cresci. Não deu para aproveitar muito as minhas férias, pois tive que me apresentar rápido na Seleção, mas é algo que é muito gratificante. É sempre muito bom estar em Uberlândia junto com a família e amigos.  É onde eu recarrego as minhas forças para continuar a luta do dia a dia”, disse.

FICHA TÉCNICA

Gabriel Nascimento Rezende Brazão
Idade: 19 anos
Altura: 1,92 metros
Nascimento: Uberlândia
Clube: Cruzeiro

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »