07/12/2018 às 14h05min - Atualizada em 07/12/2018 às 14h05min

Praia enfrenta o Vakifbank em busca de vaga na final

Na outra semifinal, o Minas Tênis Clube encara o Eczacibas, outra equipe turca da competição de Shaoxing

Éder Soares
Nicole Fawcett, do Praia, em aquecimento no Estádio Shaoxig Sport Center (FIVB/Divulgação)
O Dentil/Praia Clube encara o Vakifbank (Turquia) na manhã deste sábado (8), às 7h, em Shaoxing, pelas semifinais do Mundial Interclubes da China. A equipe ficou em segundo lugar do grupo B, depois de ser derrotado na madruga de sexta-feira (7) pelo outro clube turco, Eczacibas, por 3 sets a 1. Na outra semifinal, o Minas enfrentará o justamente o Eczacibas, às 10h.  Se avançar para a final, o time uberlandense decide a competição no domingo (9), às 10h, mas se for derrotado, fará a decisão de terceiro e quarto lugar ás 7h. Os dois jogos serão transmitidos pelo canal SporTV 2.
As parciais da derrota para o Eczacibas foram de 25/27, 25/21, 25/11, em duas horas de jogo.  O time uberlandense entrou em quadra com a classificação já garantida para as semifinais.  Depois de vencer o primeiro set, o técnico Paulo Coco optou em utilizar a equipe reserva no restante da partida. Somente as centrais Carol e Fabiana entraram nos sets finais.

Com a primeira derrota na competição, o time terminou a fase classificatória na segunda colocação do grupo B, com seis pontos (duas vitórias e uma derrota), mesma campanha do arquirrival Minas, segundo da chave A, depois de perder por 3 sets a 0, no mesmo dia, para o Vakifbank.  Nos dois primeiros jogos da competição, o Praia bateu o Supreme (Tailândia) e o Altay VC (Cazaquistão), ambos por 3 sets a 0.

Após a derrota, o técnico Paulo afirmou que foi uma opção de ordem física ter poupado as principais jogadoras, a partir do segundo set ante ao Eczacibas. “Foi um jogo importante, por vários motivos, entre eles de ter enfrentado uma das melhores equipes do mundo. O time começou o primeiro set mal, conseguiu se recuperar, jogou bem o começo do segundo set, mas infelizmente não conseguiu manter o ritmo”, disse Coco, que completou falando sobre a parte física do time praiano.

“Tínhamos o objetivo de dar ritmo de jogo para todas as jogadoras, já que precisaremos de todas na semifinal e fizemos isto. A gente vem com muitas jogadoras que tiveram problemas físicos durante a nossa preparação e precisamos poupá-las, pois não poderíamos desgastá-las tendo uma semifinal pela frente, onde teremos que estar com nosso nível máximo”, afirmou.
 
 
 
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »