05/12/2018 às 07h30min - Atualizada em 05/12/2018 às 07h30min

Mostra de investigações teatrais começa na sexta

DA REDAÇÃO
Núcleo Jovem apresenta “Casa de memórias: como é estar lá” | Foto: Jisa Dantas/Divulgação
Entre sexta-feira (7) e o dia 16 de dezembro acontece a Mostra de Investigações Teatrais, da Escola de Teatro Trupe de Truões. Esta é uma oportunidade de compartilhamento artístico dos alunos com a comunidade. Serão nove apresentações, todas acontecem no Ponto dos Truões e a colaboração é espontânea: cada espectador contribui com quanto quiser. Depois de cada performance será feita uma realizada uma roda de conversa sobre o trabalho.

Criada em 2010, a Escola de Teatro Trupe de Truões foi criada em 2010 para oferecer aulas de teatro no formato de cursos livres, de caráter não profissionalizante, para um público com idade a partir de seis anos. Segundo o responsável pela Escola e pela Mostra, Ronan Vaz, as aulas visam desenvolver habilidades, como: autoconfiança, segurança, agilidade, concentração, coordenação e a capacidade de transformar ideias em realizações concretas.

“Elas atendem tanto os indivíduos que buscam a iniciação, aqueles que já possuem experiência e querem aprimorar sua prática artística, como também os profissionais de qualquer área de atuação que desejam melhorar seu desempenho. O conhecimento construído através da prática teatral promove o desencadeamento da criatividade e desperta habilidades importantes e necessárias para o profissional de qualquer área, pois desenvolve faculdades humanas úteis para o crescimento individual e, consequentemente, coletivo”, afirmou. Os interessados em fazer parte do grupo no próximo semestre já podem se inscrever pelo telefone: 3237-9440.

NÚCLEO JOVEM

Durante a Mostra de Investigações Teatrais vai estrear o espetáculo “Casa de memórias: como é estar lá”, do Núcleo Jovem da Trupe de Truões. O Núcleo dá continuidade ao eixo central do projeto Ponto de Cultura Ensino Encena configurando-se como um local de encontro e pesquisa da linguagem do teatro direcionado para jovens de escola pública com idade entre 14 e 18 anos. Caracteriza-se como uma oficina de iniciação teatral com duração aproximada de oito meses. Durante esse período os jovens investigam e experimentam vários aspectos do teatro, desde expressão corporal a jogos dramáticos e de interpretação, objetivando a montagem de um espetáculo. Este ano foi coordenado pela atriz e professora, Amanda Barbosa, que junto com os jovens desenvolveu uma pesquisa sobre os transtornos psíquicos, realizando um mergulho nas relações cotidianas que nem sempre conseguimos debater. “Casa de memórias: como é estar lá” invade o subconsciente e dialoga com as mazelas presentes na memória. Esse ano o núcleo contou com o patrocínio do Instituto Algar através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.

PEÇAS

Para esta edição da Mostra foram selecionados os seguintes trabalhos, além do “Casa de Memórias”: “É guerra” (Turma Adolescente Iniciante), “Nossos jogos favoritos” (Turma Crianças), “Dois amores e um bicho” (Turma Adolescente Intermediária), “Brasil: 2022” (Turma Adultos 1), “Cadê o quintal que estava aqui?” (Turma Crianças - Projeto SMC) e “Estamos Montando Romeu e Julieta” (Turma Adolescentes – IFVC).
 
SERVIÇO
O QUE: Mostra de Investigações Teatrais
QUEM: alunos da Escola de Teatro Trupe de Truões
QUANDO: dias 7 (20h), 8 (19h), 9 (9h, 9h30 e 10h), 14 (20h), 15 (19) e 16 (9h e 10h)
LOCAL: Ponto dos Truões (Av. Ana Godoy de Souza, 381, Santa Mônica)
INGRESSO: contribuição espontânea
INFORMAÇÕES: 3237-9440
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »