24/10/2018 às 07h00min - Atualizada em 24/10/2018 às 07h00min

Seleção Brasileira chama 9 atletas de Uberlândia

Três treinadores da cidade farão parte da comissão técnica

ÉDER SOARES com Futel
Atletas de Uberlândia representarão ao País em competição que ocorre nos dias 6, 7, 8 e 9 de dezembro | Foto: Ascom/Futel
Depois de muita expectativa por parte dos paratletas do halterofilismo uberlandense, finalmente saiu a convocação daqueles que farão parte da Seleção Brasileira, que disputará o Campeonato Regional das Américas, marcado para acontecer entre os dias 6 e 9 de dezembro em Bogotá, na Colômbia. O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) chamou, dentre os 26 convocados, nove paratletas do Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU). Além dos atletas, três treinadores de Uberlândia farão parte da comissão técnica da delegação brasileira.

Os halterofilistas da cidade que estarão na Colômbia são: Amanda de Sousa, André Luiz, Ângela Teixeira, Elizete de Araújo, Lara Lima, Luciano Dantas, Maria Rita Martins, Mateus de Assis e Rodrigo Marques. Weverton Santos (Futel), Emilene Rosa (CDDU) e Vander Fagundes (Futel) integrarão o time dos treinadores.  
Para o técnico da equipe, Wéverton Santos, a convocação representa o reconhecimento de meses de trabalho intenso. “Ficamos muito felizes em fazer parte da seleção brasileira mais uma vez. Isso é reflexo do trabalho que estamos fazendo aqui, com seriedade, compromisso e com objetivo de crescimento sempre. Agora a responsabilidade aumenta”, disse.

PARATLETISMO

As paratletas Rafaela Silva e Gabriela Garcia, que integram a equipe Minas Olímpica/Futel, conquistaram o direito de participar de qualquer evento internacional ao serem confirmadas nas classes 11 (cegueira total) e 13 (baixa visão), após avaliação médica no último fim de semana, na Colômbia. Com a classificação garantida, as duas atletas competiram no Open de Barranquilla e se destacaram nas provas de lançamento de dardo e arremesso de disco e peso. 
Nos dois dias de competição, Rafaela Silva conquistou a medalha de bronze no lançamento de dardo com 16,58m, prata no arremesso de disco com 23,48m e 5º lugar no arremesso de peso com 6,03m. Já Gabriela Garcia ficou em sexto lugar no lançamento de dardo com 13,66m e obteve a 4ª colocação nas provas de arremesso de disco e peso, com 23,78m e 7,97m, respectivamente.

Com duas medalhas na bagagem, Rafaela Silva comemorou os resultados obtidos. “Estou feliz com as duas medalhas, mas muito mais contente pela confirmação na classe 11. Meu objetivo agora é buscar índices para o Campeonato Mundial, o Parapan e os Jogos Paralímpicos”, afirmou.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »