10/10/2018 às 07h54min - Atualizada em 10/10/2018 às 07h54min

Fábio e Cássio garantem ansiedade para decisão

CRUZEIRO E CORINTHIANS FAZEM HOJE, ÀS 21H45, A 1ª PARTIDA DA FINAL

Folhapress
Fábio e Cássio se mostram ansiosos para o primeiro jogo da final (Divulgação)
Recordista de jogos com a camisa do Cruzeiro e um dos maiores jogadores da história do clube, o goleiro Fábio está a duas partidas de marcar ainda mais seu nome nas páginas quase centenárias da instituição.
Ontem, o camisa 1 celeste concedeu uma entrevista conjunta com o goleiro Cássio, do Corinthians, e falou sobre a expectativa para a final da Copa do Brasil, que terá duelo de ida hoje, a partir das 21h45, no Mineirão.
Campeão em 2000 e em 2017, o ídolo do Cruzeiro destacou a importância de ser equilibrado nas duas decisões – o jogo de volta será no Itaquerão, no dia 17 – e admitiu a ansiedade como se ainda estivesse nos primeiros anos da carreira.

"A competição pede muito equilíbrio das duas partidas, não adianta sair bem em um jogo só. O Cruzeiro tem essa consciência de fazer os dois jogos equilibrados, tem consciência que jogar em São Paulo é difícil, principalmente dentro de uma final. Esperamos fazer por onde e conquistar um grande resultado para ter mais tranquilidade dentro do que será exigido no jogo da volta", comentou o goleiro, em entrevista no Mineirão.
Esta será a quarta final de Copa do Brasil de Fábio. Em 2000, o goleiro era reserva de André Döring, mas esteve presente no plantel campeão contra o São Paulo. Em 2014, amargou o vice para o rival Atlético-MG, mas foi o protagonista na conquista do ano passado, com defesas importantíssimas no tempo normal e também na disputa de pênaltis.

Com quase duas décadas de experiência só pelo Cruzeiro, o goleiro garante que a expectativa para uma final nunca é a mesma de situações anteriores. "É sempre algo novo, independente do que você vivenciou. Tudo tem que ser feito da melhor maneira possível. Independentemente do que eu já vivenciei ao longo de quase 20 anos como profissional. É algo novo, você fica com a expectativa de que o jogo comece, o frio na barriga, o estádio cheio, isso é o nosso sonho desde garoto. Queremos esse ambiente, com certeza vamos vivenciar isso aqui no Mineirão e lá em São Paulo. A expectativa é como se fosse a primeira partida", acrescentou.

Nesta Copa do Brasil, Fábio também foi essencial para a caminhada do Cruzeiro, que já passou pelo Atlético-PR, Santos e Palmeiras. Nas quartas, ele pegou todos os três pênaltis contra os santistas e classificou o time mineiro.

CÁSSIO

Do lado alvinegro, a decisão de hoje também será especial para o goleiro Cássio. Parte importante de oito títulos desde que chegou ao time alvinegro, o goleiro Cássio ainda não conquistou a competição e diz se sentir um privilegiado pela história que conseguiu construir no clube.

"Por poder buscar esse título, sou um privilegiado. Nem nos meus melhores sonhos, eu imaginaria fazer uma história tão grande. Ser vitorioso com essa camisa, em que tantos jogadores consagrados não conseguiram jogar. E eu posso estar aí, de repente, conseguindo todos os títulos. Com muito trabalho, dedicação, sempre me dediquei muito a isso. Pelo fato de estar em uma final, sou privilegiado. Vamos lembrar disso futuramente para contar uma história, um legado para os netos. Só o fato de estar aqui fazendo esse trabalho já é muito gratificante", disse.

Com a camisa do Corinthians, Cássio tem oito títulos. Conquistou a Taça Libertadores e o Mundial de Clubes em 2012, a Recopa Sul-Americana em 2013, o Campeonato Brasileiro em 2015 e 2017 e o Campeonato Paulista em 2013, 2017 e 2018.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »