01/10/2018 às 12h46min - Atualizada em 01/10/2018 às 12h46min

Três jogos não terminaram pelo Campeonato Amador

No Estádio Airton Borges, árbitro da partida foi agredido por jogadores do Vasco e registou BO na Policia Militar

Éder Soares
Jogadores do Vasco teriam agredido árbitro Eliseu da Silva (Vilmar Silva)
O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Liga Uberlandense de Futebol (LUF) irá julgar nos próximos dias, três partidas válidas pela penúltima rodada da Divisão Especial do Campeonato Amador, realizada no último domingo (30). O caso mais grava aconteceu no Estádio Airton Borges, onde jogaram Vasco da Gama e Luizote. A partida foi suspensa aos 12 minutos do segundo tempo, quando estava zero a zero.  Após o árbitro Eliseu Silva expulsar o atacante Henrique Cavalo, do Vasco, que já tinha cartão amarelo e proferiu palavrões ao árbitro, aconteceu uma confusão generalizada.  Elizeu registrou boletim de ocorrência e fez exame de corpo de delito por ter levado chutes de jogadores do Vasco, estes que serão relatados na sumula da partida. Entre os agressores estariam o atacante Cavalo e o meia Rincon.

O TJD aguarda o relatório da arbitragem para aplicar as punições cabíveis. Se for comprovado que uma das equipes é a causadora da confusão, o regulamento da competição determina: Se a partida estiver empatada, a agremiação que houver dado causa à suspensão, será declarada perdedora pelo escore de um a zero.

“A gente fica triste por acontecer este tipo de situação dentro do Campeonato Amador, mas dentro de campo eu estou ciente ter feito uma boa arbitragem e não existiu motivos para que toda aquela confusão acontecesse. Vou entregar o relatório e ficará a cargo do TJD definir quais providências serão tomadas”, disse o árbitro Eliseu Silva.
O presidente da LUF, Renato Batista, também lamentou a confusão e agora espera o julgamento no TJD da entidade, que deverá acontecer na noite da próxima quinta-feira (4).

“É lamentável este ocorrido, pois no futebol não cabem mais estes tipos de situações. O campeonato vem transcorrendo de uma forma muito bonita e competitiva. Tenho certeza que o tribunal tomará a melhor decisão e a competição voltará a acontecer da melhor maneira possível”, afirmou.

Outras

Mais duas partidas não terminaram pela Divisão Especial. No Poliesportivo Jardim Brasília, o confronto entre Jardim Brasília e Pinheiro não foi realizado porque o Pinheiro não compareceu com número suficiente de jogadores, dessa forma perdendo por WO. Já no Poliesportivo João Naves de Ávila, o Aurora vencia o Guarany por 3 a 0, quando a partida foi encerrada aos 23 minutos do segundo tempo. O Guarany, que já tinha comparecido na partida com apenas 11 jogadores, teve dois jogadores expulsos e outros quatro saíram de campo alegando contusões.

Os dois casos serão anexados ao processo da partida entre Vasco x Luizote e encaminhados para o TJD. A LUF somente divulgará a classificação da Divisão Especial, depois da decisão do tribunal. No próximo domingo (7) não acontecerão partidas pela Divisão de Acesso e Especial do Amador devido ás eleições que acontecem em todo o Brasil. A competição volta a acontecer normalmente no dia 14.
 
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »