24/08/2018 às 08h32min - Atualizada em 24/08/2018 às 08h32min

Copa MPT movimenta ginásio da Academia do Vôlei

ÉDER SOARES
Competição tem mais de 400 participantes entre 10 e 18 anos de escolas estaduais | Foto: Divulgação
Baseado no modelo "Bom de bola e bom de nota”, o Ministério Público do Trabalho (MPT), através da Academia do Vôlei (AV), realiza no sábado (25) e domingo (26) as finais da terceira Copa MPT de Voleibol das Escolas Públicas. Os jogos acontecerão na sede da Academia, que fica na Rua das Avencas 35, no bairro Cidade Jardim. Haverá premiação para os destaques individuais, show musical e distribuição de quites esportivos para as escolas participantes.
No sábado, acontecem as semifinais, a partir das 9h, e no domingo, as finais no mesmo horário. O evento será aberto para a população.

“A ideia é resgatar as origens de competições escolares e elevar o nível dos boletins de notas dos alunos, ratificando que é possível, sim, para o público jovem conciliar duas tarefas tão importantes em suas vidas”, disse Manoel Honorato, um dos coordenadores da Academia do Vôlei e treinador da equipe adulta do Uberlândia/Gabarito/Start.

Antes de começar a competição, os participantes receberão um kit com material esportivo incluindo bolas, redes e uniformes que ficam de posse para as instituições. São 15 entidades entre escolas estaduais e equipes de projetos sociais. As equipes foram divididas em seis categorias, com 400 participantes (masculino e feminino).

A Escola Jardim das Palmeiras, que participa pela primeira vez da Copa, está sendo representada com mais de 80 atletas. Jogadores da Academia do Vôlei, que fizeram parte de seleção Mineira e Brasileira, estarão presentes defendendo as suas escolas.

“É uma competição que estimula o desenvolvimento de atletas e também de cidadãos. Para mim é uma alegria muito grande estar participando pela minha escola e incentivando outros atletas. O voleibol é um esporte popular e pode ser uma boa ferramenta para incentivar jovens ao esporte”, disse Jean, de 17 anos, que é levantador da Escola Estadual José Ignácio.

Apesar da faixa etária baixa, entre 10 e 18 anos, Manoel Honorato faz questão de destacar o nível da competição. “O nível é alto, atletas da Academia do Vôlei estão nas equipes e quem gosta de acompanhar voleibol de boa qualidade precisa comparecer em nosso ginásio para prestigiar. São grandes promessas do nosso esporte e que estarão esperando a presença da população”, afirmou.  
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »