16/08/2018 às 09h00min - Atualizada em 16/08/2018 às 09h00min

Flamengo vence Grêmio e encara o Corinthians na semifinal

Folhapress
Everton Ribeiro marcou o gol que deu a classificação ao Flamengo (Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo está na semifinal da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (15), o time carioca marcou cedo com Everton Ribeiro e depois soube controlar espaços e segurar a pressão do Grêmio em um Maracanã vibrante. Com a vitória por 1 a 0, a equipe de Maurício Barbieri enfrenta o Corinthians na próxima fase do torneio.
A vitória do Flamengo veio graças a uma falha do Grêmio e finalização precisa de Everton Ribeiro. Mas também passa por uma estratégia diferente, controlando o jogo sem a bola. E, claro, pela atuação abaixo do time treinado por Renato Gaúcho.

O Flamengo volta a campo no domingo, quando visita o Atlético-PR, pela 19ª rodada do Brasileirão. O Grêmio atua no sábado, diante do Corinthians, em São Paulo.O Flamengo não quis esperar muito. No começo do jogo, marcou alto (algo que não foi mantido no decorrer do primeiro tempo) e contou com falha de Bruno Cortez para abrir o placar. Após cruzamento da esquerda, o lateral gremista "furou" ao tentar afastar. A bola sobrou para Everton Ribeiro chutar de primeira no canto esquerdo de Marcelo Grohe, fazendo 1 a 0 para o Flamengo.
Ao longo da primeira etapa, a equipe de Maurício Barbieri apresentou mudanças em relação a ela mesma. Mais reativa, voltada para bolas longas e empurrando o Grêmio para os lados. Controlando o duelo a partir dos espaços concedidos ou retirados.

A postura do Grêmio não foi abalada pela desvantagem. O time gaúcho fechou o primeiro tempo com mais posse de bola e jogando todo dentro do campo do Fla. Ainda assim, esse domínio ficou longe de render empate. E até de tornar o gol algo iminente. A equipe de Renato Gaúcho ficou longe de Diego Alves.
O árbitro Ricardo Marques Ribeiro não teve pudor e buscou auxílio do árbitro de vídeo várias vezes ao longo da partida. No primeiro tempo, ele escutou a equipe do VAR em duas jogadas que geraram pedido de pênalti (Jailson em cima de Lucas Paquetá e Paquetá com Cortez). Em ambas, a decisão de campo foi mantida.
O Flamengo cedeu mais campo ao Grêmio depois do intervalo e mexeu primeiro. A medida para criar algo diferente foi sacar Vitinho e botar Marlos Moreno. Com a troca, o time da casa ganhou pouco mais de posse de bola e drible diante de uma defesa bem adiantada.

Renato Gaúcho esperou até os 19 minutos do segundo tempo para mexer. Com um Grêmio mais agudo, rondando a área do Flamengo, o treinador tirou André e botou Jael. Seis minutos mais tarde deu a segunda cartada e sacou Léo Moura para lançar Marinho no jogo. As substituições deixaram a equipe ainda mais ofensiva e por consequência mais exposta. O Flamengo, porém, soube conduzir a partida, sem se expor e marcando bem as investidas do Grêmio. No fim, Rômulo ainda entrou no lugar de Diego para fortalecer a marcação e segurar o triunfo por placar mínimo, que garantiu o time rubro-negro na semifinal.

FLAMENGO
Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte, Renê; Cuéllar (Willian Arão), Lucas Paquetá, Diego (Rômulo), Everton Ribeiro, Vitinho (Marlos Moreno); Henrique Dourado. T.: Maurício Barbieri

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Léo Moura (Marinho), Geromel, Kannemann, Bruno Cortez; Maicon (Alisson), Jailson, Ramiro, Luan, Everton; André (Jael). T.: Renato Gaúcho

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro
Público: 55.461 pessoas (50.803 pagantes)
Renda: R$ 2.467.530,00
Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Cartão amarelo: Diego Alves, Renê, Diego (Flamengo); Maicon, Luan, Douglas (Grêmio)
Gol: Everton Ribeiro, aos 5min do primeiro tempo


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »