11/07/2018 às 08h26min - Atualizada em 11/07/2018 às 08h26min

Pezão quer levar o Luizote ao título inédito do Amador

Clube aposta na renovação do elenco e no treinador que soma 4 títulos da primeira divisão, todos pelo Guará

EDER SOARES | REPÓRTER
Pezão comandou o Tabajara na última edição da Divisão Especial e chegou nas semifinais (Divulgação)
Renovação no elenco foi o caminho escolhido pela Associação Esportiva Luizote para buscar o título da Divisão Especial do Campeonato Amador, depois de dois vice-campeonatos seguidos nos últimos anos. Para comandar a equipe, o clube trouxe um dos treinadores mais vitoriosos da competição. Trata-se de Celisvaldo Silva, o Pezão, que acumula quatro títulos da elite de Uberlândia, todos comandando o Clube Atlético Guará. No ano passado, Pezão esteve à frente do Tabajara, que chegou às semifinais da competição.  

O certame começa no dia 22 deste mês. O Luizote está no grupo B e estreia contra o Jardim Brasília. Animado com o projeto na nova equipe, Pezão promete uma equipe forte em busca do primeiro título do clube. “ A expectativa é excelente. O Luizote é o time de maior torcida, acredito, de toda a cidade e do futebol amador”, disse Pezão.
Do time vice-campeão, no ano passado, ficaram somente o experiente meia Adélio e o goleiro Paulo Sérgio. Dos jogadores que chegam para integrar o elenco do Luizote tem como destaques os atletas profissionais Luizinho, que entre vários clubes defendeu Uberlândia Esporte e Mamoré, além do atacante Marcos Nunes, campeão mineiro do Módulo II com o UEC em 2015.

“Estou muito animado em relação a este grupo e por este novo desafio em minha trajetória no amador. A diretoria está correndo atrás para ajustar tudo e está conseguindo. Acho que vamos estrear com 90 % do elenco que já construímos”, disse Pezão, que falou ainda sobre a sua decepção em relação à redução de datas e a mudança de fórmula do Campeonato Amador pelos clubes, que não aceitaram contribuir com o pagamento de três rodadas de taxas de arbitragem.

“A minha preocupação está em relação a redução de rodadas do campeonato. Algumas equipes não entenderam o que é o futebol amador, onde, agora, a primeira fase só terá nove rodadas. Tem time que fará investimento pesado e não vai classificar, pois só passam quatro de cada chave. Outras também, com muito investimento, irão cair. Não souberam escolher a forma de disputa e por isso a competição será bastante prejudicada”, completou o treinador.
O meia Adélio, de 42 anos, parte para a quinta temporada seguida vestindo a camisa do Luizote. Revelado nas categorias de base do Uberlândia, Adélio mora no bairro Luizote de Freitas há 35 anos.

“Estamos vindo com contratações pontuais e com o Pezão de treinador, conhecido em Uberlândia, e com vários títulos no currículo. É um cara que vem para somar. Meu sonho é, antes de parar de jogar, fazer o Luizote ser campeão. Eu, com 42 anos, venho adiando a parada, mas antes disso quero ser campeão pelo Luizote. Será um campeonato curto e que será preciso ser forte desde a primeira rodada”, disse.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »