09/07/2018 às 08h14min - Atualizada em 09/07/2018 às 08h14min

Oposta quer fazer história no Praia

Ana Paula Borgo, de 24 anos, disputou as duas últimas temporadas pelo Osasco (SP) e agora defenderá o atual campeão brasileiro

EDER SOARES | REPÓRTER
Divulgação
Mais madura e agora com a oportunidade na equipe atual campeã da Superliga Feminina de Vôlei, a oposto Ana Paula Borgo, de 24 anos, foi anunciada no mês de junho como uma das novidades do Dentil/Praia Clube para a edição 2018/2019 da competição nacional. Borgo nasceu em Bauru (SP) no dia 20 de outubro de 1993. Atleta de habilidade e força na definição das jogadas, ela tem 1,88 m de altura e 81 kg.

O início da carreira foi em São Caetano, aos 15 anos de idade. Mais tarde, vestiria ainda as camisas do time profissional do São Caetano, onde ficou por sete temporadas, Pinheiros (SP) e Osasco (SP), um dos gigantes do vôlei nacional pelo qual fez as duas últimas temporadas. Pela Seleção Brasileira de base, ela tem como maior conquista o título do Campeonato Mundial Sub-23 de 2015.

Desde junho, o Diário de Uberlândia vem conversando com dada uma das novas contratadas do Dentil, que buscará o bicampeonato da Superliga. Mostrando muita empolgação, Paula Borgo contou para a reportagem algumas das suas metas, dessa vez, atuando por uma equipe de Minas Gerais.
 
Diário: Está ansiosa para começar os treinamentos?
Paula: Vim antes para Uberlândia para me preparar melhor para essa temporada. Não vejo a hora de começar os treinamentos e jogos.
 
Como você encara essa vinda para o Praia Clube?
Encaro essa vinda para o Praia Clube como uma oportunidade única para o meu crescimento como atleta. Com uma imensa alegria em fazer parte de um dos maiores clubes do mundo. É claro que, como sempre foi em minha carreira, precisarei me dedicar ao máximo, com muito respeito ao clube, à cidade e principalmente com a torcida do Praia que é bastante exigente.
 
Jogar pelo atual campeão da Superliga aumenta a responsabilidade?
Para mim é uma honra e me motiva muito mais. O Praia é um clube que vem se organizando muito ao longo dos anos, crescendo aos poucos, até que conseguiu conquistar o título. Sempre foi muito difícil jogar contra o Praia e agora que o time é campeão temos que fazer com que essa tarefa seja ainda mais difícil para os nossos adversários.
 
Em meio a um grande elenco, com jogadoras renomadas, como você pretende ganhar a confiança do técnico Paulo Coco para ganhar uma possível titularidade?
Primeiro de tudo sempre pensando no melhor para equipe e fazendo meu trabalho com excelência. Daí pra frente ser titular ou não é consequência dos treinamentos. Mas um grupo vencedor se faz com todas as atletas. O importante é que todas se sintam úteis.
 
Como você define o atual elenco do Praia Clube? É o melhor do Brasil?
Com certeza é o melhor do Brasil. O Praia conta com uma comissão técnica excelente e jogadoras de alto nível. Tenho certeza que com o trabalho, a dedicação de cada uma, conseguiremos repetir a temporada vitoriosa e quem sabe melhorar ainda mais os resultados.
 
Quem você considera ser os grandes adversários do Praia na próxima edição da Superliga?
A cada Superliga o nível aumenta mais e mais. Esse ano todas as equipes montaram ótimos elencos e vão dar trabalho. O nível técnico da Superliga é muito alto e nenhuma equipe irá ganhar jogos somente com nome.
 
Qual a expectativa de atuar pela primeira vez no voleibol mineiro?
Todas as minhas amigas que jogaram pelo Praia sempre elogiaram o clube, o time, a cidade e os moradores de Uberlândia, então sempre tive uma ótima imagem daqui. Não tenho dúvidas que irei me adaptar muito bem em Uberlândia, pois como disse, a cidade e o clube são maravilhosos.
 
Quando você enfrentou o Praia por outras equipes, imaginava que um dia iria vir para Uberlândia? O que você sabia sobre o Praia?
Como atleta sempre almejamos jogar em um time como o Praia. Toda a atleta no Brasil enxerga o Praia Clube como uma grande oportunidade, pela estrutura e organização. Estou muito feliz em vestir essa camisa.
 
Com apenas 24 anos você já passou pelas categorias de base da Seleção Brasileira e ainda tem muito voleibol pela frente. Quais as suas metas em termos de clubes e Seleção?
A meta de uma atleta sempre é fazer parte da seleção Brasileira, comigo não é diferente. Quero continuar uma evolução na minha carreira visando ter maiores oportunidades, mas para isso tenho consciência de que meu trabalho dentro do clube que estiver é de fundamental importância. 
 
Fale um pouco do seu começo no vôlei.
Comecei a jogar com 10 anos de idade em Bauru, que é minha cidade natal. Quando tinha 15 anos recebi uma proposta de São Caetano e logo aceitei. Joguei pelo clube durante quase sete anos. Iniciei profissionalmente pelo São Caetano, quando ainda era juvenil, foi minha primeira Superliga.
 
Quais os seus clubes anteriores e seus principais títulos na carreira?
Joguei em Bauru, São Caetano, Pinheiros e Osasco.
Fui campeã Mundial pela seleção sub-23, campeã sul-americana pela seleção sub-22, bicampeã Paulista e campeã da Copa Brasil pelo Osasco.
 
Quais as suas principais características como jogadora e o que você considera ser o seu ponto forte em quadra?
Eu sou uma jogadora que ama vibrar. Meu ponto forte é a raça e como toda atleta que tem a missão de definir jogadas eu gosto de pontuar bastante, pois assim sempre ajudarei a minha equipe a estar mais próxima das vitórias e consequente dos títulos.
 
Qual o recado que você manda para a torcida praiana?
Torcida praiana, é um prazer fazer parte dessa família, conto com o apoio e a torcida de todos vocês. Espero trazer muita alegria para todos vocês. Estarei sempre dando o meu melhor para que o Praia continue no topo do voleibol brasileiro.
 
 Ficha da atleta
 
Nome: Ana Paula Borgo Bedani da Cruz
Nascimento: 20/10/93
Cidade: Bauru (SP)
Altura:  1,88 cm
Peso:  81 kg
Posição:  Oposta/Ponta
 
Clubes:  Luso Beneplan (SP), São Caetano (SP), Pinheiros (SP), Osasco (SP) e Dentil/Praia Clube
 
Títulos Principais:
- Campeã dos Jogos Abertos/SP
– Campeã Mundial Sub 23
– Vice-Campeã da Copa São Paulo
– Campeã Paulista
– Vice-campeã da Superliga
– Vice-campeã da Gatorade Cup
– Campeã da Copa Brasil
 
Seleção Brasileira: Campeã Mundial sub-23
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »