16/05/2018 às 05h53min - Atualizada em 16/05/2018 às 05h53min

História para ver e experimentar na Semana dos Museus

Palácio dos Leões participa da 16ª edição nacional do evento com interatividade e misturas entre o velho e o novo

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Thaís Tormin mostra o manto feito em trabalho coletivo | Foto: Adreana Oliveira
 
A tentativa de mostrar os museus como um organismo vivo é um dos desafios da Semana Nacional dos Museus, que teve a 16ª edição aberta na segunda-feira (14) e segue até domingo (20). Organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), é lançado um tema nacional. Neste ano a temática é “Museus Hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”.

O Museu Municipal de Uberlândia desenvolveu atividades dentro de “Comunicação e Objetos Cotidianos: linhas que aproximam mundos”. A abertura contou com o desfile “Mantos de Cartas de Amor”, organizado por alunos do curso de Moda da Esamc sob coordenação da professora Sônia Medeiros. É deles um dos trabalhos mais bonitos da exposição no segundo andar do Palácio dos Leões.

“Cada aluno recebeu um pedaço de pano para bordar o manto da exposição. Eles vieram aqui, pesquisaram e a partir daí fizeram esse belo trabalho”, afirma Thaís Tormin, Administradora do Museu Municipal.

A pesquisa está presente em todo o manto que traz a riqueza do bordado exibida de diferentes formas. Uma almofada colocada por dentro do manto permite que o visitante veja o outro lado, levando a uma viagem pelos belos pontos que ligam uma história na outra. A pesquisa dos alunos é notável. É possível visualizar clássicos do Museu como o gramofone, mais de uma vez.

“Trabalhar com esses alunos tem tudo a ver com a proposta da Semana dos Museus que é trazer um público diferente para descobrir que, apesar de ter objetos do passado o Museu nos ajuda a entender o presente e se conectar com o futuro”, disse Thaís.

Na exposição, cartas de amor de Argemiro Costa para a noiva Teresinha, do acervo fixo do Museu, ganham espaço entre outros objetos da época. Fios entre esses objetos mostram a conexão que vai desde essas cartas escritas à mão até a comunicação por meio de redes sociais. Foi a partir dessas cartas que foi concebido o desfile de abertura e o manto que ganha espaço entre outras peças do acervo do Museu que não haviam sido expostas.

“Em uma máquina de datilografia o visitante pode escrever uma carta e nós providenciaremos a entrega”, destaca a administradora.

Mais do que ver, vivencia-se experiências na exposição, o que torna tudo mais interessante. Parte do acervo de Dantas Ruas, pioneiro do rádio uberlandense, está em fotos plastificadas com cartas datilografadas enviadas a ele por seus ouvintes.

A exposição oferece ainda um totem para uma viagem virtual ao Museu e informações para smartphones pelo recurso QR Code.
 
SERVIÇO

O QUE: 16ª Semana Nacional de Museus
EXPOSIÇÃO: Comunicação e Objetos Cotidianos: linhas que aproximam mundos
ONDE: Museu Municipal e Praça Clarimundo Carneiro
QUANDO: até domingo (20) com visitação de segunda a sexta-feira das 8h às 17h30 – A exposição do Palácio dos Leões continuará em cartaz após o encerramento da Semana dos Museus
PROGRAMAÇÃO DE HOJE: 19h: lançamento da revista “AUP”, produzida por alunos do curso de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo, da Unitri, com apresentação musical de Du Fagundes
ENTRADA FRANCA
INFORMAÇÕES: 3214-0068
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »