14/05/2018 às 18h27min - Atualizada em 14/05/2018 às 18h27min

Verdão quer punição para árbitro do jogo de domingo

Time apontou três erros praticados pela arbitragem na derrota em casa para o Americano

ÉDER SOARES | REPÓRTER
Jogadores reclamam com o árbitro Ramon Abel, na partida disputada no último domingo | Foto: Fernando Aquino/UEC
 
O Uberlândia Esporte Clube enviou hoje um ofício representando contra o árbitro Ramon Abel, de Santa Catarina, pelos supostos erros na partida contra o Americano (RJ), no último domingo (13), quando acabou derrotado, no Estádio Parque do Sabiá por 3 a 2, em duelo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro – Série D.

De posse das imagens editadas da partida, o presidente Flávio Gomide notificou os departamentos de competições da Federação Mineira de Futebol (FMF) e da Confederação Brasileira de Futebol (VBF), pedindo providências em relação à atuação do trio de arbitragem.

O Verdão alega que houve pelo menos três falhas graves cometidas pelo árbitro catarinense e que teriam prejudicando a equipe alviverde, que mesmo com a derrota permanece na liderança do grupo A13 com sete pontos. As principais reclamações do clube foram em relação a duas penalidades máximas não assinaladas em favor do Verdão, de uma penalidade inexistente em favor do Americano, e principalmente o gol de Deivisson, que seria o tento de empate do UEC, anulado nos minutos finais da partida, em que o defensor do Americano teria simulado uma falta.

“Vamos entrar com pedido de veto, representação, entrar na justiça, o que for preciso nós vamos fazer. Já conversei com o Castellar Neto (presidente da FMF) para tomarmos as providências cabíveis, tudo o que puder ser feito, até a última gota nas esferas judiciais e administrativas. Não podemos aceitar passivamente o que aconteceu”, disse o presidente do Uberlândia, Flávio Gomide.
 
TREINADOR 

O técnico do Uberlândia, Felipe Surian, saiu de campo furioso com o trio de arbitragem, mas não deixou de destacar as falhas cometidas pela equipe e que culminaram nos gols do Americano. “A arbitragem dele foi horrível, ridícula. Infelizmente ele usou dois critérios neste jogo, o que valeu para o Americano não valeu para a gente. Mas não podemos fechar os olhos também para as falhas que a nossa equipe cometeu, pois acabamos propiciando as chances de gols que eles tiveram. Isso não pode acontecer. Mas sabemos que Série D é isso aí mesmo e tem todas estas dificuldades que precisaremos superar”.

Caso o Verdão vencesse o jogo, teria se garantido na segunda fase da Série D. Neste caso, os planos do treinador consistia em rodar o elenco para os dois próximos jogos, a fim de descansar alguns atletas visando à disputa da primeira fase dos mata-matas. Porém, com a derrota inesperada, os planos irão mudar. “Tínhamos esta ideia de descansar alguns atletas que vêm de uma temporada de muitos jogos e que estão um pouco desgastados, mas agora não podemos mais. Temos uma decisão no próximo domingo, na qual precisamos vencer para garantir a classificação. Precisaremos de todo mundo”, disse Surian.

O elenco se reapresenta na tarde de quarta-feira (16), no CT Ninho do Periquito, visando ao duelo contra o Novorizontino, no domingo (20), às 16h, no Estádio Parque do Sabiá, pela penúltima rodada. Se vencer, o UEC estará garantido na próxima fase com uma rodada de antecedência, mas se perder poderá ficar em situação complicada e até cair para a terceira colocação.
 
URT
 
Quem também não se deu bem na quarta rodada da Série D do Brasileiro foi a URT. O time patense terá uma semana conturbada de treinamentos no Estádio Zama Maciel. A equipe sofreu mais uma derrota na competição, desta vez para o Macaé, 3 a 1, no último sábado, na casa do adversário. Com o resultado, o time caiu para a terceira colocação do grupo A12 com quatro pontos. O Macaé chegou aos dez pontos e está garantido na fase seguinte. O Itumbiara, próximo adversário da URT no domingo (20), no interior goiano, é o segundo colocado com sete pontos.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »