06/04/2018 às 05h41min - Atualizada em 06/04/2018 às 05h41min

Mônica Martelli e sua vida em Marte

Atriz apresenta monólogo no Teatro Municipal

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Mônica Martelli vive Fernanda na peça “Minha vida em Marte”que chega a Uberlândia | Foto: Estúdio Julia Rodrigues/Divulgação

Mônica Martelli falou com a reportagem do Diário de Uberlândia por telefone, na terça-feira (3) pouco depois de desembarcar no Rio de Janeiro, voltando de uma viagem com a família no feriado de Páscoa. Do táxi mesmo ela falou sobre “Minha vida em Marte”, monólogo que apresenta no sábado (7) e domingo (8) em Uberlândia, no Teatro Municipal.

Esta será a estreia da atriz no palco do maior teatro da cidade. “Já estive em Uberlândia uma vez com “Os homens são de Marte...E é pra lá que eu vou’ em um evento fechado e estou super ansiosa para chegar ao Municipal”, comentou a atriz.

“Os homens são de Marte...” estreou no teatro em 2005 e ganhou adaptação para o cinema e para a televisão e foi sucesso nos três formatos. “Minha vida em Marte” é a continuação da história de Fernanda, protagonizada por Mônica Martelli, e ganhou os palcos em maio do ano passado.

Para a atriz, o sucesso das duas peças se dá, principalmente, pela identificação do público com as situações pelas quais a personagem passa. “Eu escrevo tudo que acontece na minha vida e coloco na personagem que nesta continuação está com 45 anos, 8 deles casada e já com uma filha de 5 anos. Fernanda enfrenta uma crise no casamento que sofre com a falta de tesão, de cuidado, com o tédio e tudo que ronda um relacionamento nos dias de hoje”, comentou a atriz.

Mônica afirma que Fernanda luta pelo casamento porém, não atura qualquer coisa em nome do estereótipo da família feliz. “Ninguém casa pensando em se divorciar, todo mundo quer que dê certo e é isso que a Fernanda também busca, porém, ela não vai aguentar desaforo somente para manter as aparências ou agradar a sociedade”, comentou Mônica.

Para o sucesso de um monólogo Mônica faz questão de ressaltar que é preciso muito ensaio. “É um texto com início, meio e fim. Tem gente que acha que por ser comédia e monólogo tem sempre espaço para o improviso, mas não é assim. O ator ou atriz precisa estar bem todas as noites porque só tem ele. Em uma peça com outros artistas se às vezes um do elenco não está bem tem outro que compensa, o que no monólogo não acontece”, explicou.
 
ELES NA PLATEIA
 
A atriz comenta ainda sobre o feedback da plateia que é imediato, vem sempre pelo riso. “A peça é como uma terapia em grupo e contraceno com a plateia o tempo todo, tenho meus olhos voltados para eles porque eles são o grupo”, contou.

E nesta plateia, apesar de a história ter um olhar feminino, o espetáculo tem atraído também muitos homens. “E eles ficam satisfeitos quando saem do teatro porque eu não falo mal dos homens ou do casamento. O que faço é representar situações pelas quais todo mundo já passou em um relacionamento, não acontece só comigo”, disse a atriz que também é uma das apresentadoras do programa “Saia Justa”, do canal GNT.

Além do programa e da peça logo Mônica voltará aos sets de filmagem. “Minha vida em Marte” ganhará versão para os cinemas e as gravações começam em junho. “Já temos a data de estreia, que será dia 27 de dezembro”, adianta a atriz que contracena, entre outros, com Paulo Gustavo.
 
SENTIR-SE BEM
 
Em maio Mônica Martelli completará 50 anos de idade. A atriz afirma: “Nunca me senti tão bem”. Para ela, o segredo de uma vida longa e feliz é ter motivos que te façam acordar bem todas as manhãs. “Estou sempre envolvida em muitos projetos e tenho motivações que me fazem sair da cama todos os dias”, comentou a estrela de “Minha vida em Marte que é mãe de uma menina, a Julia Marques - fruto do casamento que durou dez anos com o produtor musical Jerry Marques. Julia já está dando os primeiros passos como atriz e já encenou, no ano passado, a peça “A fada que tinha ideias”.

Mônica Martelli disse ainda que a juventude traz uma ideia de infinito. “Quando eu tinha 15 anos achava que uma pessoa de 35 anos era velha. Hoje a situação é outra. As pessoas estão vivendo mais do que viviam nos anos 40 ou 60. A preocupação e os cuidados com a saúde aumentaram e a medicina tem nos ajudado a viver mais e melhor. Hoje, aos 50 anos, tem gente mudando de profissão, recomeçando e super bem”!

SERVIÇO

O QUE: Espetáculo teatral “Minha Vida em Marte”
QUEM: Mônica Martelli
Quando: amanhã (7) às 21h e domingo (8) às 18h
ONDE: Teatro Municipal de Uberlândia (Av. Rondon Pacheco, 7.070, Tibery)
INGRESSOS: R$ 100 (inteira), R$ 50 (meia-entrada), R$ 80 (inteira Algar Telecom)* e R$ 80 (inteira Bretas)** à venda na Loja Provanza, do Center Shopping, na Brasal Incorporações, no Jardim Karaíba; Bouclè Salon, na Morada da Colina e pelo site megabilheteria.com.br (com taxa de conveniência)
*Cliente Algar Telecom deverá comprovar a titularidade na entrada do espetáculo com aplicativo Algar Telecom baixado e logado no celular
**Ingresso Bretas: Clientes de qualquer unidade do supermercado em Uberlândia, que efetuarem compras acima de R$ 100. O cupom deve ser carimbado na loja Bretas e apresentado na Bilheteria do Teatro (no dia do evento durante a troca do Voucher).
CLASSIFICAÇÃO: 14 anos
INFORMAÇÕES: 3235-1568
 
FICHA TÉCNICA

Texto e interpretação: Mônica Martelli
Direção: Susana Garcia
Direção de produção: Herson Capri
Cenografia e figurino: Flávio Graff
Iluminação: Maneco Quinderé
Realização: Capri Produções
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »