14/03/2018 às 13h14min - Atualizada em 14/03/2018 às 13h14min

​'O vôlei no Brasil existe antes e depois de Bebeto', diz Kalil

FOLHAPRESS | SÃO PAULO
Bebeto teve uma parada cardíaca pouco depois de participar de evento no Atlético-MG | Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O corpo de Bebeto de Freitas foi velado nesta quarta-feira (14) no auditório Elias Kalil, em Belo Horizonte. O ex-presidente do Botafogo recebeu uma cerimônia de três horas na sede do Atlético-MG, antes de ter seu corpo levado para o Rio de Janeiro, onde terá outro velório, desta vez em General Severiano, a partir das 15h.

A cerimônia na capital mineira contou com ícones do futebol local e do Atlético-MG. Atual prefeito da cidade, Alexandre Kalil esteve presente e exaltou a história de Bebeto de Freitas, especialmente no vôlei.

"Tudo já foi falado sobre o Bebeto, tive o privilégio de trazer ele da Itália para comandar o futebol do Atlético. Costumamos dizer que o futebol do Brasil nasceu depois do Pelé. E o vôlei no Brasil existe antes e depois do Bebeto. Pessoalmente, era um amigo muito leal que vai fazer muita falta", declarou o político, ex-presidente do Atlético-MG.

Daniel Nepomuceno, sucessor de Kalil na presidência do time mineiro, esteve no velório, assim como Marques, ex-jogador do clube, e o goleiro Victor. O técnico do Figueirense, Milton Cruz, também compareceu ao evento. Ele e seu time enfrentam o Atlético-MG nesta quarta em jogo da Copa do Brasil, o qual teve sua data mantida apesar da morte de Bebeto.

Ícone do vôlei nacional, principalmente por ser o treinador da geração de prata da Olimpíada de 1984, em Los Angeles, Bebeto de Freitas estava em sua quarta passagem como funcionário do Atlético-MG.

Antes, trabalhou com o futebol do clube em 1999, 2001 e 2009. Ele teve seu retorno ao time mineiro confirmado em 14 de dezembro, no cargo de diretor de controle e administração. Para assumir o posto, ele deixou a função de secretário de Esportes e Lazer de Belo Horizonte, sob a gestão de Kalil.

Bebeto morreu na terça-feira (13), após sofrer uma parada cardíaca pouco depois de participar do evento de lançamento do time de futebol americano do Atlético-MG, no centro de treinamento Cidade do Galo. O dirigente passou mal no restaurante do hotel do centro de treinamento. Um helicóptero do Samu pousou no local, mas os médicos não conseguiram reanimar Bebeto, que não chegou a ser levado para um hospital. O Atlético-MG decretou luto oficial de três dias.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »