16/02/2018 às 05h33min - Atualizada em 16/02/2018 às 05h33min

Uberlândia joga em Varginha em busca de alívio

ÉDER SOARES | REPÓRTER
Goleiro Clebão substituiu Felipe no gol do Uberlândia / Foto: Éder Soares

Uberlândia e Boa Esporte fazem partida isolada na noite de hoje, em Varginha, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro. Apenas dois pontos separam as equipes na tabela de classificação. O Verdão ocupa a décima colocação com seis pontos (duas vitórias e quatro derrotas), enquanto o Boa é o sétimo, somando oito (duas vitórias, duas derrotas e dois empates). O confronto começa às 20h, no Estádio Dilzon Melo.

Para a partida, o técnico Paulo Cézar Catanoce sinaliza com três alterações na equipe. Mauro Viana, que cumpriu suspensão, entra na zaga no lugar de Bruno Costa, enquanto Tony ganhará a primeira oportunidade como titular, no comando de ataque, na vaga de Alfredo, que não vem correspondendo. No gol, com a lesão no joelho de Felipe, que não joga mais o campeonato, Clebão será o titular.

Já o meia Jean, que veio do Rio Verde (GO), treinou metade do coletivo realizado na quarta-feira, no CT Ninho do Periquito, e poderá ser uma opção para o decorrer do jogo, desde que ganhe condições junto à CBF.

Catanoce espera uma partida equilibrada. Segundo ele, o Boa dificilmente sairá da sua característica de jogar fechado e explorando os contra-ataques. “Eles jogam fechados, por uma bola, seja jogando em casa ou fora. Nunca mudam. Teremos que ter muita paciência para procurar os espaços e também ter atenção para não darmos contra-ataques, pois é um time rápido e que também tem uma bola aérea ofensiva muito perigosa”, disse.

O atacante Tony garante estar motivado com a primeira oportunidade como titular e espera retribuir a confiança com gols. “Não podemos mais errar, pois o campeonato está afunilando e fica perigoso permanecer na parte baixa da tabela. O Uberlândia precisa vencer para voltar para o G-8.”

Nos últimos 19 anos, Uberlândia e Boa já se enfrentaram em 22 jogos oficiais e o equilíbrio toma conta. O time de Varginha teve sete vitórias contra o UEC, que teve oito. Aconteceram sete empates. São 26 gols para o Verdão e 25 para o Boa.
 
ESCALAÇÕES
 
UEC
Clebão; Cesinha, Mauro Viana, Ferron e Rafael Estevam; João Paulo, Daniel Pereira, Alê e Ricardinho; Jarlan e Tony.
Técnico: Paulo Cézar Catanoce
 
Boa
Fabrício; Elivelton, Renato Justi, Caíque e Joazi; Helder, Amaral, Gabriel Pereira e Christiano; Gerônimo e João Guilherme.
Técnico: Sidney Moraes
 
Arbitragem
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistente 1: Augusto Magno de Ramos
Assistente 2: Marciano Pires de Lima
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »