08/02/2018 às 05h51min - Atualizada em 08/02/2018 às 05h51min

Lísias faz apresentação acústica com marchinhas

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA

Os shows de Lísias com sua banda são bastante conhecidos e estão entre os mais concorridos das noites não só de Uberlândia como também da região. Porém, uma outra versão do artista poderá ser conferida nesta noite no Quintal da Dê em uma apresentação acústica.

Que fique bem claro: acústica mas não menos animada. “Vou apostar muito na interatividade. Quero que as pessoas cantem comigo que estarei acompanhado pelo meu filho, Raphael Abrão no cajón”, explica o músico nascido em Tupaciguara e que tem a música no sangue desde criança.

Em um show mais intimista, o espaço fará uma venda limitada de ingressos para garantir o conforto de quem for conferir a performance.

Lísias promete muitos sambas antigos junto das tradicionais marchinhas. “Recentemente fizemos algo parecido no Lions de Monte Carmelo e até as crianças se entregaram ao ritmo. Também vamos colocar um pouco de frevo no repertório”, conta o músico em entrevista por telefone ao Diário de Uberlândia enquanto cuidava do netinho.

Para o artista não há tempo ruim, qualquer hora é hora de divulgar sua música. Além de seu talento e competência tem uma simpatia ímpar com seus interlocutores.

Lísias acredita que a longevidade de composições como as marchinhas se dão muito pela mídia, pela divulgação dos meios de comunicação. “Algo que perdeu-se muito nos últimos tempos. Eu tenho o show ‘Mesa de Buteco’ e ultimamente tenho substituído muitos sambas pelo funk, porque é o que o público quer ouvir, é o que está sendo divulgado para as massas”, afirmou.

A agenda de Carnaval de Lísias está cheia. Começa hoje no Quintal da Dê e amanhã ele será o responsável pela abertura do Carnaval de Santa Juliana, segue para Patrocínio no sábado, fará matinê e baile no domingo em Campina Verde, retorna a Patrocínio e fecha a agenda no Carnaval de Conquista.

O ARTISTA
 
Lísias Abrão, nasceu em Tupaciguara em 1º de junho de 1959. Seu contato com a música foi incentivado pela família, ainda na infância. Aos oito iniciou a carreira. A trajetória dura do começo foi consagrada, graças ao sucesso em vários festivais como intérprete e compositor, com destaque para “O Corujão”, Festival Promove, onde conseguiu o 1º lugar como melhor intérprete em três anos consecutivos e apresentações em clubes, festas e boates. Não só em Uberlândia mas em várias cidades.

É um dos fundadores do Grupo Boca a Boca, que foi sucesso no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Com a separação do grupo partiu para a carreira solo, montando sua própria banda que atualmente se destaca pelo conjunto entre arte, cultura e musicalidade, com talentosos músicos.

Em 1999, gravou o seu primeiro CD, “Puro Sentimento”, que contém um repertório variado com cações próprias e com as participações de Neguinho da Beija Flor e Marcelo Barra. O CD foi produzido nos estúdios Barra, em Goiânia, e leva a assinatura de Luiz Chaffin, arranjador da cantora Zélia Duncan e dos cantores Elymar Santos e Marcelo Barra, entre outros.

Em 2002, foi representante da cidade de Uberlândia, na Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi de São Paulo, desfilando na avenida juntamente com Pena Branca e outros grandes nomes da cidade de Uberlândia. Em 2001 lança seu 2º CD, “Mesa de Buteco”, gravado ao vivo na casa de shows London Pub, comemorando os 3 anos do projeto Mesa de Buteco na casa.

SERVIÇO

O QUE: Marchinhas de Carnaval – Acústico com Lísias
QUANDO: Hoje (8), às 20h
ONDE: Quintal da Dê (Avenida Francisco Galassi, 790, Morada da Colina)
INFORMAÇÕES E RESERVAS: 3255-7004
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »