11/01/2018 às 05h27min - Atualizada em 11/01/2018 às 05h27min

Seven Eyes lança hoje o single 'N38'

Duo formado por violonista uberlandense e cantora inglesa passa temporada na cidade e prepara disco novo

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
O violonista Paulo Vinícius e a vocalista Tanya Wells, do duo Seven Eyes / Foto: Zeeshaan Jamal/Divulgação

O duo Seven Eyes, baseado em Londres, lança hoje seu novo single, “N38”, que traz uma sonoridade com lugar garantido em qualquer boa estação de música pop. O título da música é o número de uma das linhas que cruza o centro de Londres e a história discorre sobre uma mulher que encontra por acaso um ex-namorado em uma dessas linhas.

Formado em 2015 pelo violonista e compositor uberlandense Paulo Vinícius e pela cantora inglesa Tanya Wells, o duo lançou seu primeiro álbum no ano passado, “The Seed” (“A semente”) e essa semente deu muitos frutos no decorrer do último ano.

Em agosto eles fizeram uma sessão especial ao vivo para a conceituada BBC de Londres e fecharam o ano com apresentação em Nova Déli, na Índia, continente ao qual deve retornar ainda neste semestre.

Passando uma temporada em Uberlândia em uma oportuna fuga do inverno Europeu, Paulo e Tanya aguardavam ansiosamente o lançamento do videoclipe nesta quinta-feira. A reportagem do jornal Diário de Uberlândia teve acesso em primeira mão ao trabalho. “É uma alegria para nós podermos ter a divulgação dessa música aqui na minha cidade natal”, disse o músico.

A música foi gravada por Shammi Pithia e masterizada por Andy J. Baldwin em Londres e o videoclipe tem filmagem e edição de Anthony McHugh com participação dos atores Caitlin McLeod, Bertrand Lesca e do Seven Eyes, que aparece um uma das paradas do N38.

“Entre todos os ônibus noturnos em Londres você tinha que entrar no 38”. Em tradução livre, assim começa a música que, com o advento audiovisual, pode ser acompanhada como um curta-metragem passado na cabeça da moça que não sabe o que fazer enquanto vê o ex sentado à sua frente.

A voz suave de Tanya, os dois violões na introdução ganham força no refrão que falam da inquietação da moça sobre o silêncio daquele momento. A sonoridade é pop mas a música é rica nos arranjos, no coro e no solo de guitarra. A música mantém a proposta do Seven Eyes que não se prende a um único estilo e é uma soma das escolas de Tanya, uma apaixonada pela música indiana, e de Paulo, graduado em Música pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) que passeou por diferentes estilos. Certa vez, e uma outra entrevista, ele afirmou que a música do Seven Eyes era “um encontro entre o Oriente e o Ocidente”.

PRÓXIMO DISCO

Quando voltarem para a Inglaterra após essa temporada em Uberlândia o Seven Eyes começa a produção do seu segundo trabalho, ainda sem data prevista para o lançamento. Enquanto isso, você pode assistir a “N38”, do Seven Eyes no YouTube. Para saber mais sobre o duo, clique aqui. O álbum “The Seed” está disponível também nas plataformas digitais.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »