06/01/2018 às 05h59min - Atualizada em 06/01/2018 às 05h59min

Folia de Reis é um exercício de fé

Tradicional festa em homenagem aos Três Reis Magos movimenta Cruzeiro dos Peixotos e Uberlândia hoje e amanhã

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Folia Pena Branca do bairro Patrimônio une gerações / Foto: Jeremias Brasileiro/Divulgação

 

Cruzeiro dos Peixotos, a cerca de 18km de Uberlândia, terá um sábado movimentado. Hoje acontece a tradicional Festa de Santos Reis do distrito, que já é uma tradição de quase seis décadas. Os festeiros – organizadores do evento – esperam um público de cerca de 5 mil pessoas para homenagear os três Reis Magos com muita comida típica da roça na janta, festejos, cantorias, procissões e muita oração.

Hoje é comemorado o Dia de Reis. Na tradição cristã marca a data em que os três Reis Magos levaram presentes a Jesus Cristo. A folia começa na véspera de Natal e tem na data de hoje o seu auge. 

E a preparação da festa é trabalhosa. O número de voluntários chega a 100 nos últimos dias que antecedem a folia. A festeira Marlene dos Passos, mesmo com o tornozelo quebrado, é uma das que já trabalhou duro na preparação dos doces, que começaram a ser feitos no último dia 18 e serão servidos hoje.

“Nessa data começamos o preparo dos doces, mas lá em julho já limpamos 18 latas de cascas de laranja. Além desse teremos ainda doces de limão siciliano, limão taiti, pau de mamão, figo, mamão com abacaxi, banana, leite, manga e mamão”, conta a festeira, que estava de dieta mas uma pausa neste sábado. “Com a movimentação limitada e usando cadeira de rodas, aí é que engorda mesmo”, brinca Marlene, que afirma ser movida pela fé.

Enquanto ela conversava com a reportagem do jornal Diário do Comércio de Uberlândia, de sua casa em Cruzeiro dos Peixotos, o marido, Elcimar Fernandes, também festeiro, estava na fazenda cuidando do gado. “Neste ano serão quatro bois e uma vaca, fora o frango que a gente adquire”, disse Marlene. Além das carnes e das 68 latas de 18 litros de doces, serão gastos ainda cerca de 400 kg de arroz.

Apesar de contar com doações das comunidades próximas e de Uberlândia, o que acontece durante todo o ano segundo Marlene, a festa ainda requer investimento dos próprios festeiros. Ela estima que neste ano dos R$ 35 mil dos gastos totais para a realização da festa, R$ 10 mil saem do bolso deles. “Estamos perpetuando uma cultura. A Folia não é dos festeiros, é do povo, da comunidade. Estamos pensando na possibilidade de tentar uma subvenção na Prefeitura de Uberlândia para o próximo ano”, adiantou à reportagem.

Para Marlene, a união das famílias e pessoas de todas as cidades em torno dessa tradição é o mais motivador. No início, segundo ouviu de seus pais, a festa recebia em média 200 pessoas e, graças ao empenho dos voluntários, cresce a cada ano. “E hoje ainda temos as folias da Mata dos Reis, Fazenda dos Pereiras e Martinésia, as pessoas se desdobram entre uma e outra, mas acabam se concentrando aqui”, comenta a festeira.

 

UBERLÂNDIA

Festa na cidade será amanhã no Carajás

A Folia de Reis acompanha a família de José Humberto Xavier há gerações. Hoje ele deve passar todo o dia acompanhando e trabalhando junto com mais voluntários na preparação do 29º Encontro de Folias de Reis de Uberlândia, que acontece amanhã na Capela de Santos Reis, no bairro Carajás.

José Humberto é o presidente da Associação das Folias de Reis de Uberlândia, está em seu segundo mandato e acompanha de perto o grupo que vai preparar um almoço para cerca de 2 mil pessoas na tarde de domingo. “Eu morava na roça e aprendi a gostar da Folia de Reis desde criança. Quando via os foliões chegarem na fazenda da Saudade ficava até emocionado, e essa sensação ainda persiste”, conta ele.

Para José Humberto, a Folia de Reis é uma tradição e um exercício de fé, um momento para mostrar gratidão por meio da cantoria, da missa e do almoço. “Estamos sempre próximos de pessoas queridas e compartilhamos nossos pensamentos e orações, mas também nos sentamos à mesa para comer o tradicional macarrão com frango, que não pode faltar no almoço”, disse o festeiro.

A festa do domingo deve receber ainda pessoas de Araxá, Nova Ponte, Uberaba, Indianópolis e Monte Carmelo.

Ele recorda ainda que neste período muitos devotos agradecem pelas graças recebidas. “As pessoas fazem promessas e votos por diferentes razões e, quando são atendidas, não deixam de mostrar gratidão”, finalizou.

 

SERVIÇO

CRUZEIRO DOS PEIXOTOS

O QUE: Folia de Reis de Cruzeiro dos Peixotos

QUANDO: hoje, a partir das 19h

ONDE: Praça Tancredo Neves no distrito de Cruzeiro dos Peixotos

ENTRADA FRANCA

 

UBERLÂNDIA

O QUE: 29º Encontro de Folias de Reis de Uberlândia

QUANDO: amanhã (7), das 8h às 19h

ONDE: Capela de Santos Reis (Rua Barão de Ouro Preto, 73, Carajás)

ENTRADA FRANCA


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »