29/12/2017 às 13h51min - Atualizada em 29/12/2017 às 13h51min

Neto fecha ano difícil com vitórias

Craque do futsal e ídolo dos uberlandenses avalia 2017 e adianta o que planeja para a carreira no próximo ano

ÉDER SOARES | REPÓRTER
Neto conquistou a Liga Paulista pela equipe do Sorocaba neste ano / Foto: Divulgação

 

Um dos jogadores mais vitoriosos na história do futsal brasileiro e mundial, Neto teve um 2017 de muitos desafios. Como ele mesmo afirma, talvez tenha vencido a competição mais disputada e difícil até aqui: uma luta contra dois tumores diagnosticados no começo deste ano, um na cabeça e outro no pulmão.

Depois da cura e do retorno às quadras, em julho, Neto teve como primeiras vitórias o título da Liga Paulista, pela equipe do Sorocaba (SP), na qual também joga o amigo Falcão, o retorno para a Seleção Brasileira e ainda a chegada da filha Manoela.

Eleito o melhor jogador do Mundo em 2012, Neto não chegou a um acordo para renovar seu vínculo com o Sorocaba (SP) e agora aguarda, em Uberlândia, algumas definições para saber qual será o seu destino em 2018. De qualquer forma, ele garante que 2017 foi o melhor ano de sua vida, e não o pior como muitos podem pensar.

“Tive muitas emoções, principalmente olhando pelo lado da minha saúde, e ainda consegui voltar a jogar, que é a coisa que mais gosto de fazer. Muitos podem pensar que foi o pior ano da minha vida, mas não encaro assim. Encaro como melhor ano da minha vida, independentemente de tudo o que aconteceu. Acho que as dificuldades e o aprendizado pelo que vivi me fizeram ser uma pessoa diferente. O nascimento da minha filha foi o meu maior presente. Não posso falar que o ano foi ruim”, afirmou.

O craque ainda continua o tratamento para fazer o controle da doença vencida. De forma serena e muito natural, o jogador já planeja como será a sua rotina profissional em 2018. Seleção Brasileira, segundo ele, faz parte do passado.

“Seleção é uma situação que não penso mais, mesmo sendo convocado neste ano. Aconteceram mudanças no comando da Seleção e desejo sorte para as pessoas que entraram. Apesar de eu pensar de forma diferente, torço para que muitos jovens tenham oportunidade de fazer sucesso”, disse Neto, que aproveitou ainda para agradecer às pessoas pelo apoio prestado em 2017.

“Entendo que precisamos viver a vida com alegria, abraçar, beijar e falar que amamos. Gosto de usar as palavras de Chico Xavier, que entendo serem perfeitas para este momento. Ele fala que as coisas boas e as coisas ruins passam. A dor acaba, a dor passa, nada fica. Por isso digo que é preciso aproveitar e acreditar que tudo é possível”.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »