27/12/2017 às 17h21min - Atualizada em 27/12/2017 às 17h21min

Batuques agitam Arena em partidas do Praia

ÉDER SOARES | REPÓRTER
Bateria da Inferno Verde apoia Praia em jogo na Superliga / Foto: Ascom/Praia Clube

 

Não é comum o batuque de bumbos e tamborins em jogos de voleibol, mas no caso das partidas do Dentil/Praia Clube na Superliga Feminina o uso destes instrumentos vêm agradando bastante a torcedores, jogadoras e comissão técnica da equipe. A torcida organizada Inferno Verde, a mais antiga do Uberlândia Esporte Clube, com 35 anos de fundação, vem sendo a responsável por agitar os jogos na Arena.

A bicampeã olímpica pela Seleção Brasileira, Fabiana, aprova o ritmo do batuque da torcida nas arquibancadas. “Eu particularmente tenho gostado muito deste ritmo nas arquibancadas, situação que vem nos contagiando dentro de quadra. É muito legal, pois dá um clima todo especial. Espero que continuem durante toda a competição e que eles possam nos ajudar nesta caminhada”, afirmou.

O atual presidente da Inferno Verde, Flaviano Henrique, garante que houve uma tentativa de comparecer aos jogos do Praia ainda na temporada 2014/2015, mas que acabou não vingando.

“Achávamos que precisava de uma torcida para fazer um barulho maior na Arena Praia. Neste ano, em contato com o pessoal do Praia, começamos a apoiar o time desde o Campeonato Mineiro. A nossa intenção é estar junto com a torcida praiana, empurrando a equipe rumo ao título da Superliga, pois achamos que está na hora de acontecer e o clube merece pelo trabalho que vem fazendo”, disse.

O técnico Paulo Coco também aprovou o batuque das arquibancadas. “Geralmente é mais na base do grito, mas aqui realmente vem acontecendo diferente e isso só vem a ajudar. É muito bacana ouvi-los ali. Isso chega a irritar muitas vezes aos nossos adversários, pois também tem o lado da pressão sobre eles. Então só tenho a falar bem sobre este apoio e espero que não pare”, afirmou.

A iniciativa de apoiar equipes uberlandenses em outros esportes não é novidade na Inferno Verde. Na época da equipe do Unitri, campeã brasileira (2004) e sul-americana (2005) no basquete, a organizada chegou a ser premiada pelo canal SporTV, por dois anos seguidos, como a melhor torcida na modalidade esportiva.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »