30/11/2017 às 05h47min - Atualizada em 30/11/2017 às 05h47min

O sonho compartilhado de Rossane

Artista plástico uberlandense apresenta presépio com mais de mil peças que já tem uma história de 20 anos

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Presépio natalino napolitano de Rossane Rossi estará a partir de amanhã na Casa da Cultura / Foto: Divulgação

 

O artista plástico uberlandense Rossane Rossi é um sonhador acima de tudo. Há 20 anos ele começou a construir um presépio. E nunca parou. A cada ano que passa esse presépio natalino ganha novos detalhes, novos personagens, novos cenários, para dialogar com o seu tempo. Ao todo já são 130 personagens e mais de mil peças. “Certa vez, após ver o presépio, a Nininha Rocha me disse: não pare de sonhar nunca. Só uma pessoa que sonha faz isso. Alguém com os pés no chão não faria”, recorda o artista.

E a pianista Nininha Rocha está certa. Um trabalho desses é movido por arte e também por paixão e transforma-se num sonho compartilhado do artista. “E ninguém faz nada sozinho. O produtor Itamar Medeiros é uma das pessoas que me apoia na hora dessa montagem, o artista precisa dessa ajuda para que tudo saia como o desejado”, afirmou Rossi.

Rossi conta que às vezes se pega pensando o por que da continuidade dessa obra, e fica feliz por não ter uma razão em si. É algo que já se tornou maior que ele. “Tudo nesse presépio fui em quem fiz. Todos os bonecos, todas as vestimentas, as telhas - que no início nem técnica exata eu sabia - por isso tenho esse carinho todo especial por ele”, contou.

As primeiras montagens do presépio foram feitas na Igreja São Francisco de Assis e Santa Clara, no bairro Umuarama, que abrigou o presépio por oito anos consecutivos. Em 2009 foi exposto pela primeira vez na Casa da Cultura, onde retornou em 2011 e volta a partir de amanhã. Nos intervalos dessas exposições o presépio circula pelas igrejas da cidade.

Amanhã (1/12) no retorno do presépio à Casa da Cultura haverá uma grande festa com apresentação de cinco grupos de Folias de Reis da cidade por conta de uma parceria com a Associação Estrela do Oriente. Se apresentam: Jovens do Oriente (Capitão João Paulo), Irmãos Tavares (Capitão José Humberto), Os Três Reis Magos (Capitão Lindomar), Nossa Senhora das Graças (Capitão Gaspar) e Rei Davi (Capitão Ricardo Pereira).

O convite para expor a obra partiu da secretária de cultura Mônica Debs.

O presépio foi concebido em formato napolitano, ou seja, o cenário de nascimento do menino Jesus se dá em um ambiente urbano, para aproximar a memória com a realidade do público. Segundo Rossi, a obra foi inspirada em obras do século18, no qual retrata uma típica aldeia italiana medieval, com pessoas das mais diversas classes sociais em suas atividades cotidianas, em uma profusão de cores.

Os bonecos têm 35 centímetros cada e são confeccionados de cerâmica e amarrados com arame, para causar o efeito de movimento aos personagens. A riqueza nos detalhes proporciona uma verdadeira viagem ao espectador.

 

SERVIÇO

O QUÊ: abertura da visitação ao Presépio Napolitano, com apresentação de Folias de Reis

QUEM: Rossane Rossi

QUANDO: amanhã (1º), às 19h

ONDE: Galeria Geraldo Queiroz da Casa da Cultura (Praça Coronel Carneiro, 89, Fundinho)

ENTRADA FRANCA

INFORMAÇÕES: 3255-8252

VISITAÇÃO: até 31 de janeiro de 2018 de segunda a sexta-feira, das 12 às 17h


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »