27/11/2017 às 13h19min - Atualizada em 27/11/2017 às 13h19min

Colegas se despedem de Juliano Rodrigues

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Juliano Rodrigues atuou no Grupontapé por 20 anos / Foto: Grupontapé/Divulgação

 

Morreu no sábado (25) em Uberlândia o ator, figurinista e cenógrafo Juliano Nunes Rodrigues. A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos. Ele tinha 42 anos, completados em 26 de outubro passado e há 20 anos integrava o Grupontapé de Teatro.

Em seu perfil no Facebook, a diretora do Grupontapé, Katia Bizinotto, lamentou a morte do colega e amigo. “Estamos em luto. Perdemos não só um talentoso artista, mas também um grande e generoso ser humano! Feliz de quem teve a oportunidade de conhecer e conviver com o Ju, como era carinhosamente chamado pelos amigos. Vá em paz e muito obrigada por tudo!!”.

Considerado pelos colegas um artista completo, Juliano entrou no grupo para integrar o elenco de “A cigarra e as formigas” e “Os cinco S”. Participou de inúmeras montagens, destacando-se especialmente em “O beijo na terra”, “Questão de hábito” e “Por de dentro” no qual além de atuar assinou o cenário.

Mais recentemente assinou, junto com Alexandre Galvão, a luz do espetáculo “Tempo de águas”, encenado por Katia Bizinotto e Katia Lou, que marca os 23 anos do Grupontapé. O corpo de Juliano foi velado na Paz Universal e sepultado no final da manhã de hoje no cemitério Campo do Bom Pastor.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »