15/11/2017 às 05h46min - Atualizada em 15/11/2017 às 11h51min

Paralela promove diálogos da dança

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Korina Korkova, de São Paulo, apresenta a performance de dança “abismo.animados” amanhã no Campus Santa Mônica da UFU / Foto: Divulgação

 

Começou na segunda-feira (13) e segue até sábado (18) a 3ª edição da Mostra Paralela “arte.corpo.performance 2017”. Mais do que destacar a dança que se faz pelo Brasil a iniciativa, que tem programação em diferentes locais da cidade (veja quadro ao lado) tem como objetivo promover um diálogo entre artistas de diferentes regiões do Brasil e entre seus trabalhos. O público será agraciado com performances e intervenções urbanas capazes de dar uma dimensão da produção da dança no País.

Segundo os produtores, a Paralela surge a partir do desejo de criar espaços de troca entre os artistas que atuam na área, tanto em Uberlândia como em outros lugares. O projeto conta com o financiamento do Programa Municipal de Incentivo à Cultura da cidade de Uberlândia (PMIC) e o apoio do curso de Dança do Instituto de Artes da Universidade Federal de Uberlândia (Iarte/UFU).

A curadoria é de Alexandre Molina, Marcelo Camargo e Ricardo Alvarenga, que selecionaram nove trabalhos para compor parte da mostra. Após uma convocatória para composição da programação artística, o projeto obteve mais de 90 respostas de artistas de diversos lugares do Brasil e países da América Latina.

A mostra de 2017 conta com artistas de Salvador, Curitiba, São Paulo, Osasco, Catanduva, Outro Preto, Belo Horizonte, Fortaleza, Rio de Janeiro e Uberlândia. Segundo Molina, o trabalho em torno da programação começou a ser feito logo que o projeto foi inscrito no PMIC. “Ao todo foi cerca de um ano de trabalho que foi intensificado a partir do momento em que assinamos o contrato com a Prefeitura e iniciamos a convocatória”, disse o curador.

A programação do Paralela tem o “entre” como dimensão de ancoragem das ideias e ações. São trabalhos de dança e performances que transitam em lugares diferentes, dialogam com a música, com as artes visuais e com o cinema. Acontecem em lugares abertos, fechados, lugares pouco prováveis para um acontecimento artístico e que têm como preceito provocar, instigar e trazer o debate.

A 3ª edição traz residência artística, mostra de trabalhos, palestra, lançamento de livro, além de exibição de filme. “O intercâmbio entre esses trabalhos é o que torna tudo mais interessante. Queríamos reunir não só pontos de vistas geográficos diferentes como produções artísticas diferentes. A fricção entre esses trabalhos é o resultado que o público vai ver”, disse Molina.

Todas as atividades têm entrada franca, porém, cada local tem uma capacidade diferente da lotação que deve ser respeitada. “Pedimos para que o público chegue com pelo menos uma hora de antecedência para retirada das senhas e para evitar imprevistos”, avisou o curador.

A primeira edição da Mostra Paralela aconteceu em 2015, nas dependências do Curso de Dança da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e contou com uma programação de residência artística, bate-papo sobre performance e mostra de trabalhos. Na edição de 2015, a convidada para esse espaço de trocas foi a artista Michelle Mattiuzzi. Em 2016, o projeto, em função da crise política, aconteceu num formato menor, contanto com uma residência artística com o Henrique Saidel e uma roda de conversa sobre arte e política. No ano de 2016, a programação artística da mostra aconteceu conjuntamente com o Sala Aberta – evento de compartilhamentos de processos do curso de Dança da UFU.

 

PROGRAMAÇÃO (ERRATA: ATUALIZADA ÀS 11H51 DO DIA 15/11)

PARALELA -  arte.corpo.performance 2017

HOJE (15)

16h – Escola Livre do Grupontapé de Teatro

Dança: “Kodak” - Neto Machado (Curitiba/Salvador-BA)

 

20h - Escola Livre do Grupontapé de Teatro

Dança: "projeto separação: isso não acabar em lágrimas" - Daniella Aguiar (Uberlândia/MG)

 

AMANHÃ (16)

8h às 17h - Saguão da Reitoria da UFU - Campus Santa Mônica da UFU

Dança/Performance: "Trabalho Normal: Experimento Francis Alÿs” - Cláudia Müller (Rio de Janeiro/Uberlândia-MG)

 

20h - Sala Iluminação - bloco 5U - Curso de Dança da UFU – Campus Santa Mônica da UFU

Dança: "#abismo.animados" - Korina Kordova (São Paulo)

 

21h - Sala Iluminação - bloco 5U - Curso de Dança da UFU – Campus Santa Mônica da UFU

Dança: "Fia" – Isabela Palhares (Uberlândia/MG)

 

SEXTA-FEIRA (17)

17h às 19h - Trajeto Oficina Cultural - Praça da Bicota

Performance/Intervenção urbana: “Permanência para o Encarnado” - Luanna Jimenes (São Paulo)

 

23h - F5 Pub

Show Performance: “Perereca Brasil” - Thaiz Cantasini (Belo Horizonte/ Outro Preto-MG)

 

SÁBADO (18)

12h - Praça Tubal Vilela

Performance: “F2M2M2F” - Thales Frey (Catanduva/SP)

 

19h - sala Iluminação - bloco 5U - Curso de Dança da UFU – Campus Santa Mônica da UFU

Performance: “Ayer” – T.Angel (Osasco/SP)

 

20h - Escadaria entre o Centro de Convivência e o bloco 1J da UFU - Campus Santa Mônica da UFU

Dança/Performance: “Um corpo que causa” - Jorge Alencar (Salvador/BA)


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »