08/11/2017 às 05h16min - Atualizada em 08/11/2017 às 05h16min

UFU realiza 6ª Mostra de Teatro Escolar

Alunos de escolas da rede pública e privada apresentam o que aprenderam durante o semestre dentro do projeto

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Alunos do professor doutor Getúlio Góis participam das aulas na Eseba e são convidados a participar do projeto em parceria com a Universidade / Foto: Getúlio Góis/Divulgação

 

A Universidade Federal de Uberlândia realiza de hoje até sexta-feira (10) sua 6ª Mostra de Teatro Escolar junto ao 49º Fórum de Diálogos Entre Educadores de Teatro. As atividades acontecem e escolas da rede pública e particular de ensino e no Bloco 3M do Campus Santa Mônica da Instituição.

Segundo um dos integrantes da comissão organizadora, o estudante de Teatro Thiago Fernandes, serão apresentados os projetos desenvolvidos dentro das escolas que receberam oficinas durante esse semestre e o que foi aprendido também com os professores de teatro dentro da sala de aula. “São alunos tanto da rede pública quanto da privada que se interessaram em participar da Mostra”, disse Fernandes.

Ele explica que no início do segundo semestre foram publicadas as informações sobre as inscrições e a partir daí depende do interesse das escolas, o que tem agradado os organizadores pela boa adesão. “A atividade é importante porque aproxima a universidade das escolas e investe no processo de formação de público, além de divulgar o curso de teatro da UFU”, explica.

Para o professor e doutor Getúlio Góis, da Escola de Educação Básica da UFU (Eseba) levar o teatro para dentro das escolas proporciona uma vivência física de quem participa dessa vivência que precisa ser muito bem mediada e conduzida por profissionais gabaritados. Ele tem 38 alunos com quem tem uma aula de 50 minutos por semana e apresentará “Color Show” na sexta-feira, às 14h30 no Bloco 3M na UFU. “Os alunos são convidados a se apresentar, provavelmente nem todos irão, mas acredito que pelo menos 20 participarão da apresentação na sexta-feira.

Góis fala da importância de discutir assuntos como a igualdade de gênero - tema de seu projeto - com os jovens porque muitos deles levam essas discussões para dentro de casa por terem uma oportunidade que os pais não tiveram. “Não podemos seguir com preconceitos de expressões como ‘lugar de mulher é na cozinha’, ‘homem não chora’ para que esses não sejam perpetuados”, disse o professor.

Ele explica ainda que toda a concepção do projeto é pensado para a faixa etária, com cuidado para não expor os jovens a situações inapropriadas para a idade deles. “No teatro você se expõe para o público, é diferente das artes plásticas, por exemplo, na qual é o seu quadro que vai para a exposição. Para muitos jovens isso pode ser traumatizante, por isso a importância d profissionais competentes na condução dos projetos”, disse.

Para ele, a interação social é outro ponto positivo para ajudar no desenvolvimento dos adolescentes e jovens. Os alunos de Góis são do 8º ano e têm entre 13 e 14 anos.

Todas as apresentações acontecem entre 8h e 19h no Bloco 3M do Campus Santa Mônica da UFU, são abertos também ao público não universitário e tem entrada franca. Confira a programação completa da 6ª Mostra de Teatro Escolar da UFU clicando aqui.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »