17/10/2017 às 05h26min - Atualizada em 17/10/2017 às 05h26min

Laura Boaventura é atração do In Cantus

Pianista uberlandense com currículo internacional se apresenta na Casa da Cultura

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Pianista Laura Boaventura iniciou seus estudos no Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli aos 7 anos / Foto: Artem Bruk/Divulgação

 

A edição de hoje do projeto In Cantus leva até a Casa da Cultura, pela terceira vez, a pianista uberlandense Laura Boaventura, que retrata bem a proposta do projeto de valorizar os talentos locais e regionais da música clássica. A apresentação começa às 20h e tem entrada franca. Desta vez a musicista tocará um repertório que vai do barroco de J.S.Bach ao romantismo de Chopin.

Laura começou a estudar piano aos 7 anos no Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli. Aos 13 anos fazia seu primeiro recital solo no auditório da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Graduou-se em Música na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)..“A música é o que tem de mais importante na minha vida”, disse a pianista de 31 anos.

Dedicada, Laura estudou em Belo Horizonte, Porto Alegre e em 2008 ingressou no Rimsky Korsakov em São Petersburgo, na Rússia, na classe de piano solo de Nadezhda Esmond, acompanhamento de cantores de Irina Sharapova e música de câmara de Yulia Fedoseva. Lá ficou por seis anos. “Sempre busquei conhecimento em várias partes do mundo, dei aulas e participei de festivais. A gente precisa se atualizar e se aperfeiçoar o tempo todo”, explica.

Segundo Laura, séries de concertos como o In Cantus representam uma iniciativa positiva para mostrar a um público, seja ele de musicistas ou apreciadores, mais da música clássica. Com a bagagem internacional que tem, ela percebe que para o segmento evoluir no Brasil é preciso investir muito mais na educação musical. “Quanto mais cedo as crianças tiverem acesso a educação musical dentro das escolas mais a sociedade ganha. Mas não é só colocar no currículo, é preciso acompanhar e discutir essas aulas”.

Outro ponto que beneficia a evolução da música clássica no Brasil, segundo a pianista, é o intercâmbio entre artistas de outros países, afinal, o aprendizado não para nunca. Atualmente Laura faz doutorado em Práticas Interpretativas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) sob orientação da professora doutora Cristina Capparelli, também uberlandense. “A cidade tem muitos destaques na música clássica”, disse Laura.

A pianista tem se apresentado em importantes salas de concerto da Rússia como o Glazunovall, a Casa de Cultura da Dinamarca, o Salão Branco da Universidade Politécnica de São Petersburgo e também no conservatório Rachmaninov de Novgorod, além de ter realizado concertos na Argentina, México, Suíça, Espanha, Suécia e Finlândia.

Em 2014 recebeu o primeiro lugar no Concurso Internacional de Música realizado na cidade de Helsinque, na Finlândia com seu duo com o cantor César Camargo. Também em 2014 recebeu o título de mestre em piano solo, música de câmara, acompanhamento de cantores e didática do piano pelo Conservatório de São Petersburgo.

 

O PROJETO

Idealizado pela pianista Maria Célia Vieira, o projeto In Cantus teve início em Uberlândia em 2010 para valorizar e promover cantores e instrumentistas eruditos locais e divulgar obras representativas do repertório nacional e internacional. Neste ano a série já contou com nove concertos e outros três, além do de Laura Boaventura, estão programados até dezembro, sempre com entrada franca.

Segundo o produtor Itamar Medeiros a evolução do projeto é perceptível. “Temos uma avaliação muito positiva porque podemos acompanhar e contribuir com estes artistas no amadurecimento e refinamento da técnica vocal e interpretações, oferecendo além dos recitais, masterclasses de canto lírico com exímios professores”, explica.

Medeiros diz ainda que a participação do público é sempre surpreendente, a casa está sempre cheia.

 

SERVIÇO

O QUE: Recital de piano

QUEM: Laura Boaventura

QUANDO: Hoje, às 20h

ONDE: Casa da Cultura (Praça Cel. Carneiro, 89, Fundinho)

ENTRADA FRANCA

INFORMAÇÕES: 3255-8252


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »