05/09/2017 às 05h31min - Atualizada em 05/09/2017 às 05h31min

Patrimônio imaterial é tema de curso

Conferência inicial acontece hoje, é aberta ao público e conta com participação de representante da Unesco

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Majestades do Congado, Congo Boa Esperança de Uberlândia, em 1959 / Foto: Francisco Casemiro/Acervo Jeremias Brasileiro

 

Têm início nesta noite, com uma conferência no campus Santa Mônica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), as atividades do projeto Patrimônio Cultural em Debate: Curso de Formação em Patrimônio Cultural Imaterial. O projeto de extensão foi aprovado em edital interno da universidade dentro do Programa Institucional de Apoio à Cultural (Piac). O objetivo é capacitar gestores, produtores, agentes do campo da cultura, estudantes, professores, artistas e representantes de grupos culturais, para o desenvolvimento de ações no campo do Patrimônio Cultural Imaterial.

Entre os temas abordados estão: Legislação do Patrimônio Cultural, Políticas Públicas para o Patrimônio Cultural Imaterial, Etapas para o Reconhecimento de um Bem Cultural como Patrimônio e Elaboração de Laudos Técnicos, Inventários e Planos de Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial.

A conferência de abertura é “A convenção para salvaguarda do Patrimônio Cultural da Unesco e seu impacto nas políticas públicas do Brasil”, sob responsabilidade de Maria Virgínia Casado, Oficial de Projetos do Setor de Cultura da Unesco Brasil. “Essa é uma das atividades gratuitas e abertas a todos os interessados do segmento”, disse o professor e pesquisador Jarbas Siqueira Ramos, um dos proponentes do projeto ao lado do historiador Jeremias Brasileiro. A programação aberta ao público não requer inscrições prévias e há emissão de certificado para quem precisar.

Apesar de ser um projeto piloto, a ideia é mantê-lo na grade dos cursos da UFU pelo menos uma vez por ano. Ramos explica que o curso será ministrado por Jeremias Brasileiro às sextas-feiras de setembro e outubro para alunos inscritos e selecionados em edital. “Temos poucas pessoas trabalhando nesta área em Uberlândia”, disse o professor, que faz um papel de um interlocutor do curso entre a UFU e a comunidade.

O curso propiciará a discussão dos aspectos políticos, jurídicos e técnicos do Patrimônio Cultural Imaterial, buscando fundamentar e/ou ampliar o conhecimento sobre essa temática e oferecer suporte para o desenvolvimento desse conteúdo em diversos espaços de formação (educação) ou de ação cultural (grupos culturais).

Jarbas Ramos comenta que trabalhar com patrimônio cultural imaterial é diferente de trabalhar com patrimônio cultural material. “Hoje tema necessidade de ensinar cultural afro-brasileira e indígena nas escolas, que são patrimônios culturais imateriais e como não há muita gente capacitada, equívocos são comuns”, disse o professor. Ele exemplifica com um fato recorrente. “O bem material é tombado, o imaterial é reconhecido, são termos diferentes que são usados erroneamente como sinônimos em algumas situações”.

Além dos encontros sistemáticos mediados pelo professor Jeremias Brasileiro, serão realizadas palestras e mesa redonda com representantes das entidades que atuam para o reconhecimento de bens como patrimônio cultural a nível internacional - Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), nacional - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e municipal (Diretoria de Patrimônio Histórico de Uberlândia).

O projeto propõe ainda a publicação de um Caderno de Estudos sobre Patrimônio Cultural Imaterial que será produzido em formato impresso e digital e será disponibilizado gratuitamente no site da UFU para o acesso da comunidade acadêmica e geral. A iniciativa soma forças ao momento em que a Congada Mineira está passando pelo processo de reconhecimento como Patrimônio Cultural Imaterial pelo Iphan.

O debate é promovido pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Pró-reitoria de Extensão, Diretoria de Cultura, Instituto de Artes e Curso de Graduação em Dança.

 

SERVIÇO

O QUE: Patrimônio Cultural em Debate – Conferência: A convenção para salvaguarda do Patrimônio Cultural da Unesco e seu impacto nas políticas públicas do Brasil

QUEM: Conferencista: Maria Virgínia Casado (Unesco)

QUANDO: Hoje, às 19h

ONDE: Auditório 5º A e B no Campus Santa Mônica da UFU

ENTRADA FRANCA: haverá emissão de certificado

PÚBLICO ALVO: todos os interessados no tema

INFORMAÇÕES: [email protected]

 

PROGRAMAÇÃO ABERTA AO PÚBLICO

Mesa Redonda: Políticas públicas para Patrimônio Cultural Imaterial – O papel das instituições públicas

Debatedores: Hermano Fabrício Oliveira Guainais e Queiroz (Iphan), Luis Gustavo Molinari Mundim (Iepha/MG) e Valéria Maria Queiroz Cavalcante Lopes (Diretoria de Patrimônio Histórico de Uberlândia)

Data: 15/09/2017

Horário: 19h

Local: Auditório 5R A e B - Universidade Federal de Uberlândia Campus Santa Mônica

 

Encontro com os Congadeiros: Festa de Nossa Senhora do Rosário de Uberlândia

Data: 08/10/2017

Horário: 8h

Local: Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Uberlândia

 

Palestra: Preservação do Patrimônio Cultural Afro-Brasileiro e Emancipação da Comunidade Negra Congadeira

Palestrante: Prof. Dr. Rodrigo Ednilson de Jesus (UFMG)

Data: 27/10/2017

Horário: 19h

Local: Auditório 3Q - Universidade Federal de Uberlândia


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »