11/07/2017 às 05h34min - Atualizada em 11/07/2017 às 05h34min

Prêmio de Dança reúne 500 bailarinos

Oficinas já começaram e apresentações serão de sexta a domingo, com entrada franca, em Uberlândia

DA REDAÇÃO
Participantes da edição do ano passado do Prêmio de Dança Uberlândia / Foto: Fernanda Torquato/Divulgação

 

Começou ontem e vai até domingo (16) a terceira edição do Prêmio de Dança Uberlândia. Ao todo, cerca de 500 bailarinos de diversas partes do país se inscreveram para participar desta edição do festival.

Até amanhã (12) serão realizadas oficinas de ballet clássico infantil e juvenil, técnica clássica, variações de repertório, pas de deux e dança contemporânea na sede do Ballet Vórtice. No dia 13 de julho os bailarinos vão ensaiar no palco do Teatro Municipal de Uberlândia e nos dias 14, 15 e 16 serão realizadas as apresentações e premiações do concurso, que serão abertas ao público. Para assistir às apresentações, que têm entrada franca, basta retirar os ingressos na bilheteria do teatro duas horas antes do início das performances.

Durante as apresentações no palco do Teatro Municipal de Uberlândia os bailarinos serão avaliados por um corpo de jurado de peso internacional composto por Daniel Robert, bailarino do Ballet Nacional da Holanda; Edna Azevedo, da Escola Estatal de Berlim; Vladimir Rybyakov, formado pela Academia de Bellet Vagonova, em Moscou, na Rússia e Zeca Rodrigues, coreógrafo da Cia de Dança de Cubatão.

Haverá premiação em dinheiro para o melhor bailarino, melhor bailarina e melhor grupo de dança do festival. Também serão oferecidas uma bolsa do curso de verão na Escola Estatal de Berlim, uma bolsa de intercâmbio com a Companhia Júnior do Ballet Nacional da Holanda e uma bolsa para o Circuito Broadway Camp que tem direção de Fernanda Chamma.

“Além de preparar jovens estudantes para a profissionalização, o festival promove o intercâmbio artístico por meio da oportunidade de que bailarinos em começo de carreira se apresentem à banca de jurados de renome internacional”, afirmou Guiomar Boaventura, idealizadora do evento.

Em entrevista recente ao jornal Diário do Comércio, Guiomar comentou sobre a importância do projeto, que neste ano é realizado sem verba da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC), que está com patrocínios suspensos. "A gente realiza na raça mesmo. São muitos talentos de Uberlândia e outras cidades que participam e mostram também muita força de vontade para, no palco, apresentarem o que têm de melhor", disse.

As oficinas acontecem até amanhã na sede do Ballet Vórtice e tem como responsáveis a professora Graziela Matos (Ballet infantil), o professor Daniel Robert (Ballet juvenil), professora Carolinne Segurado (Dança Contemporânea), os professores Vladimir Rybyakov e Edna Azevedo (Técnica Clássica) e o professor Vladimir Rybyakov (Variações de repertório femininas e masculinas) e (Pas de deux).

Amanhã Rybyakov tem ainda aula avaliativa competidores que estejam inscritos em variação de repertório e solo clássico ou solo contemporâneo.

As apresentações acontecem no Teatro Municipal de Uberlândia (Av. Rondon Pacheco, 7.070, Tibery) no dia 14 às 19h com Jazz Contemporâneo, Danças Urbanas e Danças Folclóricas; no dia 15 às 17h tem Ballet clássico e Ballet de repertório e no domingo (16), às 16h,  Ballet clássico e Ballet de repertório com cerimônia de premiação às 19h. 

Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados na bilheteria do espetáculo até duas horas antes do espetáculo.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »