08/07/2017 às 05h43min - Atualizada em 08/07/2017 às 05h43min

Udi Cello se apresenta com convidados

Orquestra de violoncelo de Uberlândia recebe a soprano Rose de Souza e o violoncelista RaÏff Dantas barreto

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Orquestra de Violoncelo de Uberlândia, Udi Cello, recebe hoje soprano Rose de Souza e violoncelista Raîff Dantas / Foto: L. Millya/Divulgação

 

O Udi Cello, orquestra de violoncelo de Uberlândia criada em 2009, realiza, amanhã (9), o “Violoncelando”, um concerto que promete aquecer os corações neste inverno de baixa temperatura na cidade. Os músicos contarão, nesta ocasião, com as participações da soprano Rose de Souza e do violoncelista RaÏff Dantas Barreto. A apresentação acontece no Teatro Municipal.

No programa, um repertório variado de reconhecidos compositores brasileiros como Heitor Villa-Lobos, Ernani Aguiar, Edmundo Villani-Cortes e também clássicos da música de concerto europeia como Tchaikovsky, Debussy, Mascagni e Massenet.

A voz de Rose de Souza abrilhantará a noite assim como a participação de Raïff, seu marido. O músico paraibano é o violoncelista principal do Teatro Municipal de São Paulo desde 2001. Ele também foi responsável pela estréia de diversas obras do repertório para violoncelo no Brasil.  Desde sua fundação, o Udi Cello trabalha com a proposta de levar a música erudita para além das salas de concerto. Em abril deste ano, por exemplo, fez uma apresentação como violeiro Arnaldo Freitas intitulado “Cordas da Alma”.

Já se apresentou em espaços públicos como a praça Tubal Vilela, no Centro de Uberlândia, onde gravou o videoclipe para “Suíte Pássaros”. No Terminal Central, gravou o videoclipe para “Abertura Brasil”. A direção artística do grupo está sob responsabilidade do professor Kayami Satomi. Nesta semana, os ensaios foram intensos. Rose e Raïff estão desde quinta-feira (6) na cidade e se preparam junto com o Udi Cello para a primeira apresentação que farão juntos neste formato. “O RaÏff esteve na cidade em outras oportunidades e já nos apresentamos juntos. Mas desta vez, com a Rose, será diferente”, disse o violoncelista Déverson Correia, do Udi Cello. 

Sobre a facilidade que o grupo tem por ir além das salas de concerto, ele comenta que é algo que está inerente à sua criação. Cita o show com Arnaldo Freitas como um bom exemplo de juntar a viola caipira, o cancioneiro popular, com a música erudita. “Também fazemos muitos projetos junto com a MPB e futuramente já temos algo engatilhado que terá como temática o rock”, adianta o músico. 

Para Déverson, essa postura se deve principalmente à versatilidade do violoncelo. “É um instrumento que dialoga de forma única com todos os estilos”, explica. 

Os ingressos para a apresentação estarão à venda na bilheteria do Teatro Municipal hoje, das 12h às 18h, e amanhã a partir das 12h até o horário do espetáculo.

 

O GRUPO

O Udi Cello Ensemble, orquestra de violoncelos, é dirigido por Kayami Satomi, professor de violoncelo da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Criado em 2009, o Ensemble inclui em seu repertório obras nacionais e contemporâneas e conta com 30 estreias mundiais, que, em sua maioria, são obras dedicadas ao grupo. 

A trajetória do grupo é marcada por parcerias com diversos músicos, estilos musicais e artistas, tais como: Marcos Arakaki, Júlio Medaglia, Roberto Tibiriçá, Dimitri Cervo, Antonio Pinto, Martha Herr, Michael Vollhardt, Matias de Oliveira Pinto e Corpo de Baile de Niterói. 

Nos últimos três anos, o Udi Cello Ensemble somou mais de 100 concertos, apresentando-se em sete estados brasileiros. 

Em concursos, o UDI Cello Ensemble foi vencedor do Segunda Musical, realizado em Belo Horizonte (MG) em março de 2013.,

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »