05/07/2017 às 14h06min - Atualizada em 05/07/2017 às 16h06min

Ex-diretor da Futel, Chikara Tomiyama morre aos 79 anos

EDER SOARES | REPÓRTER
Chikara, à direita, foi nome importante para o esporte em Uberlândia / Foto: Arquivo Pessoal/Eustaquio Nunes

 

O esporte de Uberlândia perdeu na madruga da última terça-feira (5) um dos grandes nomes de sua história. Faleceu aos 79 anos, vítima de um câncer no estômago, o ex-diretor da Fundação Uberlandense do Turismo Esporte e Lazer (Futel), ChikaraTomiyama. Ele era natural de Jataizinho (PR) e foi um diretor atuante, que marcou época naFutel entre 1989 e 1992, quando o diretor-geral era Amaury de Melo e o prefeito era Virgílio Galassi. Chikara foitambém administrador do Terminal Rodoviário, na década de 90, um dos fundadores da DaiwaTextil do Brasil em Uberlândia, empresa que encerrou as suas atividades na cidade no ano passado, e dono da Auto Escola Oriente, que não está mais em atividade.

Mas o verdadeiro legado deixado por ChikaraTomiyama foi à sua passagem como presidente do Estrela Dalva, esquipe que pertencia á DaiwaTextil e que conquistou cinco títulos do Futebol Amador de Uberlândia – 1978/1985/1986/1987 e 1988 -, além do título da Copa Centenário, em 1988.  O corpo de Chikara foi enterrado, ontem, às 17h, no Cemitério Campo do Bom Pastor.

Quem conhecia e conviveu com Chikara não deixou de falar sobre a paixão que o dirigente tinha pelo esporte de Uberlândia. O jornalista Luis Antônio Figueira era repórter esportivo, de rádio, entre as décadas de 80 e 90. “Como dirigente no futebol amador, ChikaraTomiyama foi o grande responsável pela modernização do Campeonato Amador. Presidente do Estrela Dalva, ele entendia que todo time precisava ter um campo, ainda que fosse de chão batido para treinos. Defendia também que o futebol amador fosse para atletas de Uberlândia. Na Futel, Chicara pregou o respeito e incentivou a realização de campeonatos para categorias de base”, disse Figueira.

O empresário Eustáquio Nunes era amigo de Chikara. Eles se conheceram na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) no começo da década de 1970.  Em 1975, trabalhando juntos na Daiwa, ao lado de Jeová Naves, fundaram o Estrela Dalva. “O Chikara era um apaixonado por Uberlândia e pelo esporte da nossa cidade.Ele foi envolvido em tudo em que era relacionado à cidade de Uberlândia. Ele fundou a primeira escolinha de futebol da cidade, na qual, todos os sábados, treinavam mais de 200 crianças no campo da Daiwa. A maior tristeza dele foi o fechamento da empresa Daiwa, ano passado. Ele me ligou e lamentou muito o fato”, afirmou.

O presidente da LUF, Renato Batista, fez questão de lembrar a importância de Tomiyama para o futebol amador. “O Chikara foi um grande desportista e que deixou um legado realmente muito importante para o nosso esporte. Em 1985 ele chegou a disputar a presidência da LUF, mas acabou perdendo para o Norberto Póvoa. É um exemplo que fica para todos nós e que não pode, jamais, ser esquecido”, afirmou.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »