20/06/2017 às 05h40min - Atualizada em 20/06/2017 às 05h40min

Emcantar começa uma nova fase

Com 20 anos grupo vira Companhia Cultural e continua atividades voltadas para arte e educação

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Marco Aurélio Querubim (à frente) e artistas do Emcantar após espetáculo em Uberlândia / Foto: Douglas Luzz/Divulgação

 

No final de 2016 passado a ONG Emcantar realizou um evento voltado para imprensa e colaboradores em uma atividade que marcou o encerramento do ano 20 do grupo. Na ocasião, a maior novidade foi um novo posicionamento institucional. Em sua nova década agora é Emcantar Companhia Cultural, com atuação em duas frentes, o Grupo Emcantar e o Emcantar Social.

Apesar de ter origem em Araguari, o Emcantar também é de Uberlândia. Durante os trajetos de ônibus entre as duas cidades Marco Aurélio Querubim e Ana Paula Rabelo, então alunos de Filosofia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), residentes em Araguari, tiveram as primeiras conversas sobre o projeto.

"O ano era 1997, a Ana Paula me apresentou o músico Enzo Banzo e essa foi a equipe que iniciou o Emcantar", disse Querubim, fundador e diretor da Cia Cultural. Na época, não era muito comum no Brasil falar - e agir - em cima de temas como responsabilidade social, cultural e ambiental. Em 20 anos, segundo dados da Companhia, foram quase mil espetáculos realizados para mais de 300 mil espectadores, cerca de 18 mil produtos distribuídos, prêmios recebidos e mais de 20 mil pessoas envolvidas em projetos de arte-educação.

"Não é porque é da Cultura que não vai dar certo ou tem que ficar dependendo só do poder público. O Emcantar é um exemplo de que com planejamento, organização e uma boa equipe é possível fazer algo de qualidade no Brasil", diz Querubim.

Na época, eles não se reuniram para montar um negócio e com o passar dos anos, aprenderam a empreender o sonho coletivo e transformá-lo em um bom negócio, no melhor sentido da palavra, para eles e o mundo. "Como fomos desbravadores em um setor árido da economia nacional em nossa região, chegou aquele momento da vida em que o grupo sentiu que precisava crescer, não necessariamente em tamanho, mas em clareza de propósito e estruturação de maneiras mais eficientes para se percorrer o caminho", explica Querubim.

Para ele, é preciso remar mesmo que seja contra a maré, porque, em seu modo de ver, historicamente, o Estado e a sociedade brasileira ignoram o poder transformador da cultura. "Iniciativas como o Emcantar, além de gerar identidade, sentido de pertencimento e desenvolvimento humano, gera empregos, movimenta a economia, produz beleza e felicidade, artigos raros numa sociedade cada vez mais individualista e materialista", comenta.

O processo de planejamento estruturado que resultou no novo posicionamento institucional do Emcantar começou em 2013. Daí, resultaram projetos estratégicos e mais desafios e metas para várias dimensões do empreendimento até o ano de 2020. "Foram quatro anos de um trabalho intenso de alinhamento geral para tornar claro que há um empreendimento denominado Emcantar Cia. Cultural, cuja atuação se divide em duas frentes: o Grupo Emcantar com uma carreira artística pautada por encantar pessoas por meio de seus CDs, DVDs e circulação de espetáculos que mesclam música, teatro, tradição e inovação; e o Emcantar Social, que proporciona o desenvolvimento de crianças e adolescentes por meio de projetos regulares de arte-educação", diz Querubim.

Neste ano as prioridades são a construção da sede da Cia em Araguari (que já está com projeto arquitetônico pronto) , a expansão em nível nacional, internacional e virtual do Grupo Emcantar e a ampliação do público beneficiado com projetos socioeducativos do Emcantar Social, que já disponibilizou neste semestre centenas de vagas em projetos de arte-educação em Uberlândia e Araguari.

 

CD

CD "Dum Dum" inaugura com pé direito a nova etapa

O Emcantar liberou antecipadamente para a imprensa as músicas de "DUM DUM" (Independente, R$ 30), primeiro CD instrumental do grupo voltado para crianças, que teve lançamento em abril, com shows nos Sesc Consolação e Ipiranga, em São Paulo, onde apresentaram o espetáculo "Festejo da Brincadeira". Este também teve temporada de sucesso em Uberlândia e faz um passeio pelas duas décadas do grupo.

"No domingo o Grupo se apresentou no Teatro Municipal de Lençóis Paulista com ingressos esgotados. Estamos em uma fase muito boa e o 'Dum Dum', como todos os projetos que fazemos não é algo só para as crianças, é para a família", disse Marco Aurélio Querubim.

Segundo Maíra de Ávila, artista e coordenadora de comunicação do Emcantar, que começou nas oficinas infantis do grupo, "DUM DUM" é batida forte do coração. Uma mistura de sons que parecem imagens, desenhos, sonhos de criança.

Com 14 canções, o álbum reúne músicas inéditas e reeditadas que servem para embalar a primeira infância com batidas que mexem com os sentidos também das crianças maiores e dos adultos.

"A sonoridade e a poesia presentes nas músicas do grupo Uakti foram fontes de inspiração. Havia um repertório inédito em construção, e um desejo de inovação em produzir música instrumental pensada para a criança, isto é, que pudesse explorar sensações e sentimentos a partir do som", conta Carlim Ribeiro, um dos idealizadores e produtor musical do CD.

Além do Emcantar, participam do disco músicos convidados e os meninos e meninas do projeto Curupira. O disco foi financiado coletivamente. Querubim promete novidades para este ano. Ele adianta que o Emcantar está "de namoro" com um outro grupo para realização de um  novo projeto além de um novo espetáculo para 2018.

 

PARCERIA

Recentemente o Grupo Emcantar foi convidado para disponibilizar conteúdos artísticos na maior plataforma educativa do mundo, a PlayKids, da qual fazem parte mais de 23 milhões de famílias. De acordo com a coordenadora Ana Paula Rabelo, a parceria possibilita a disseminação de conteúdos adequados e de qualidade, além de promover a diversidade cultural voltada para a infância e oferecer aos familiares opções de diversão aos pequenos.

Para acessar o conteúdo, basta entrar na página da PlayKids na internet: playkids.com e se cadastrar. Nela, seja através do computador, tablet ou celular, é possível aproveitar milhares de vídeos, jogos, desenhos, livros e atividades desenvolvidas por especialistas em educação.

O lançamento do app Emcantar, no ano passado, foi uma das ações da celebração dos 20 anos e está disponível para download gratuito para IOS e Android. Neste ano um novo site da Cia será colocado no ar.

 

SERVIÇO

O CD "DUM DUM", do Gupo Emcantar, pode ser encontrado em formato físico nas livrarias Pró-Século e Revistaria da UFU, em Uberlândia, e está disponível para download nas principais plataformas digitais. Para saber mais sobre as atividades do Emcantar acesse a página no Facebook.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »