07/06/2017 às 05h25min - Atualizada em 07/06/2017 às 05h25min

Paratletas fazem bonito em São Paulo

Equipes de Uberlândia foram destaque na primeira Etapa Nacional do Circuito Paralímpico 2017

EDER SOARES | REPÓRTER
A natação do Praia Clube conquistou o tetracampeonato da etapa / Foto: Ascom/Praia

 

No último fim de semana, em São Paulo, aconteceu a primeira Etapa Nacional do Circuito Paralímpico 2017. Como uma das referências na atualidade do esporte paralímpico, Uberlândia esteve presente no evento e trouxe ótimos resultados para o Triângulo Mineiro.  O grande nome na competição foi o medalhista na Rio 2016 Rodrigo Parreira, que trouxe a medalha de ouro nas três provas em que disputou, além de melhorar as suas marcas.  Ele participou dos 100m rasos, 200m rasos e do salto em distância.

Nos 200m, a última modalidade que participou, Rodrigo alcançou o lugar mais alto do pódio com o tempo de 25”40, que também lhe rendeu o recorde das Américas, que já era dele, com a marca de 25”53, atingida em 2015. Rodrigo Parreira está classificado para o Mundial de Atletismo que acontece no mês de julho, em Londres.

“Vou treinar forte focado no Mundial. Vamos estudar o que eu errei, mas eu acho que estou bem e bastante confiante para o mundial”, disse Parreira, que representa a equipe de atletismo Minas Olímpica, que treina no Sesi Gravatás.

No halterofilismo, o time da Uberlândia/Futel conquistou um total de 17 medalhas, sendo oito de ouro, sete de prata e quatro de bronze. Ainda foram batidos três recordes brasileiros com Amanda Sousa e Lara Lima, duas vezes, sendo uma o recorde brasileiro júnior. Outros destaques desta etapa ficaram por conta de Amanda Sousa e Luciano Dantas, que ficaram em primeiro lugar em suas provas e ainda alcançaram o índice para o Campeonato Mundial.

Na natação, Ruiter Silva da equipe CDDU/Futel disputou duas provas. Ele conquistou uma medalha de ouro nos 100m livre e uma de prata nos 50m livre. Ruiter segue em busca do índice para o Campeonato Mundial e terá mais uma chance na 2° Etapa Nacional do Circuito, no início de agosto.

 

PRAIA CLUBE

A equipe paralímpica de natação do Praia Clube  conquistou o tetracampeonato da Etapa Nacional do Circuito Paralímpico 2017, liderando o ranking de clubes com 284 pontos. O último título nacional havia sido alcançado em 2014. Ao todo, foram conquistadas 40 medalhas, sendo 18 de ouro, 16 de prata e seis de bronze, além da quebra de dois recordes brasileiros.

Na prova de 100m peito, o atleta Ruan Souza quebrou seu próprio recorde. O segundo recorde quebrado foi na prova de 4x100m medley misto, feito por Ruan e os colegas de equipe Victor Nogueira, Mariana Ribeiro e Laila Garcia.

Outro destaque da equipe praiana foi a nadadora Mariana Ribeiro, que conquistou cinco medalhas de ouro e uma de prata. Na prova de 50m Livre, ela ficou a apenas dezoito centésimos do índice para o Mundial. A atleta terá mais uma chance de alcançar o índice daqui oito semanas, quando acontece a segunda etapa nacional, também em São Paulo.

“O resultado foi muito positivo e não esperávamos pelo título de campeões nacionais novamente, pois disputamos contra equipes mais numerosas que a nossa. Mas, com certeza, a qualidade do nosso grupo fez toda diferença. Acredito que estamos fazendo uma ótima campanha nesse ciclo Tóquio 2020 e voltamos com tudo para a disputa do ranking nacional”, disse o técnico praiano Alexandre Vieira.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »