02/06/2017 às 05h49min - Atualizada em 02/06/2017 às 05h49min

Mulheres "poderosas" inspiram desfile na Esamc

Encerramento dos desfiles presta homenagem à professora Babi Castellani, uma das idealizadoras do projeto

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Criações dos designers Diego Franklin, Yuri Eduardo e Carolina Porto inspirados em divas da TV brasileira, em Maria da Penha e Constanza Pascoalato e em Britney Spears e Spice Girls / Fotos: Nélio Torres/Divulgação

 

Sim, seja no pop ou no rock os homens são maioria. Porém, a mulher tem conquistado cada vez mais espaço nesse show business colaborando com o tão falado empoderamento feminino. Esse foi o tema do primeiro desfile da Semana Designear da Esamc, na terça-feira (31). O Diário do Comércio acompanhou a abertura a convite da professora Sônia Medeiros, coordenadora do desfile que teve clima de show com o trio liderado por Rodrigo Nogueira e sua competência com a stiletto dance.

Na passarela, 56 criações de 23 alunos do curso de Design de Moda da faculdade. Mais do que roupas, eles mostraram que a essência do estilo é tomada por uma palavra: democracia. Outro ponto a se destacar foi o casting das modelos que não seguiu um único padrão. Mulheres de diferentes tamanhos e formas e duas drag queens desfilaram. E o mais importante: nas entrelinhas a principal mensagem é que todos têm o direito de ir, vir e vestir o que bem quiser.

As produções variaram do street style (com direito a peças oversized e muita plataforma) a superproduções, indicadas para os palcos (macacão com tule ilusion e franjas de vidrilho). Durante o desfile alguns dos looks poderiam ser visualizados facilmente no corpo de uma estrela pop ou rocker. A inspiração não veio somente das estrelas do rock ou das divas do pop, veio de mulheres inspiradoras e fortes, de Maria da Penha a Lady Gaga. Notei referências (não sei se propositais ou não) a David Bowie, uma alma sem gênero.

Destaque para as hot pants, sobreposições, chockers, mangas super descoladas, decotes e transparência. As produções que mais arrancaram aplausos da plateia foram as mais ousadas, o que mostra que o público ainda espera ousadia do rock. Os alunos também usaram materiais interessantes em suas peças, como pedaços de discos de vinil, jornais e mangueiras de led.

Os novos designers mostraram que têm talento para seguir em um mercado que ganha cada vez mais espaço em Uberlândia. Uma dica que pode funcionar para que esse negócio vingue é produzir um book com os looks desfilados para distribuição direcionada.

 

BABI CASTELANI

A primeira Designear aconteceu em 2007 e reunia alunos dos cursos de Design Gráfico e Design de Moda da Esamc. Atualmente, o evento interdisciplinar é aberto para alunos de qualquer curso da faculdade. Para a noite de ontem estava prevista uma homenagem dos organizadores a uma das idealizadoras do evento, a professora Babi Castellani, que faleceu no início deste ano. O filho dela, Ivo, de 6 anos, a representou. Babi estava presente por meio dos acessórios criados por ela e usados no desfile organizado pelo professor Aloísio com apresentação e co-produção do aluno Rodrigo Oliveira. A professora, que também foi coordenadora do curso, era comprometida com a moda sustentável. Criou o projeto Babi Transforma, no qual utilizava peças como carcaças de computadores para criação de acessórios.

 

SERVIÇO

A Designear continua até hoje com exposição de paneis, pinturas e colagens no saguão da Esamc (Vasconcelos Costa, 270 - Centro), às 20h. Entrada franca. Informações: 3291-2828.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »