10/05/2017 às 09h42min - Atualizada em 10/05/2017 às 09h42min

"Malhação" traz cinco protagonistas

Cao Hamburger, em "Viva a diferença" assina sua primeira novela e fala do novo desafio

SÃO PAULO
Daphne Bozaski (Benê), Ana Hikari (Tina), Gabriela Medvedovski (Kekyla), Manoela Aliperti (Lica) e Heslaine Vieira (Ellen)

Malhação entrou na vida de Cao Hamburger provocando uma espécie de alteração de rota repentina. Algo com o qual, o próprio autor conta, está habituado a lidar. "Sempre tive muito respeito pela novela e por quem a faz, mas achava que não era um lugar para eu me meter. Fui me especializando em outras coisas, em seriados e minisséries. Na minha carreira, sou um pouco assim. Para você ter uma ideia, comecei fazendo animação com boneco. Então, vou sendo surpreendido por mudanças de rumo. Estou achando muito interessante entrar nesse universo tão popular, de um formato tão brasileiro", diz Cao.

Mas o que teria convencido ele a ser o autor de "Malhação - Viva a Diferença?", que entrou no ar na última segunda-feira? "Acho que, à medida que eu percebi que poderia dar conta, com uma equipe entendendo as condições, me convenci que seria uma experiência interessante justamente por esse poder de comunicação que a novela tem com o público", responde ele.

Há mais de 20 anos no ar, a novela teen "Malhação" passa por transformações a cada temporada. E, nesta nova Cao já deixou sua marca. As novidades são bem significativas. Uma delas é o protagonismo no folhetim, que antes pertencia a um casal central ou um triângulo amoroso e, agora, será compartilhado por cinco garotas, uma delas, Ana Hikari, é natural de Estrela do Sul (MG). "As five", como ficarão conhecidas, vêm de diferentes universos culturais e sociais. Keyla (Gabriela Medvedovski), Lica (Manoela Aliperti), Ellen (Heslaine Vieira), Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski) moram em regiões diferentes de São Paulo, de Brasilândia a Higienópolis, passando pela Liberdade, mas estudam no mesmo bairro, Vila Mariana. Três delas frequentam um colégio público e outras duas, um colégio particular. Elas serão unidas por um momento impactante -  um dia, as cinco estão no mesmo vagão de metrô, e Keyla, grávida, começa a sentir as dores do parto e tem o bebê ali mesmo, com a ajuda das outras quatro.

As jovens atrizes foram escolhidas após um longo processo de seleção, que teve início em junho do ano passado, com entrevistas e, depois, oficinas de interpretação e testes. "A gente queria muito que elas atendessem ao que a gente esperava dos personagens", explica o diretor Paulo Silvestrini.

Na hora de escrever a sinopse da trama, Cao Hamburger conta que a inspiração inicial veio de um grupo de amigas que sua filha formou desde que elas eram pequenas e que durou até a adolescência. "Eram seis amigas muito íntimas que se chamavam, e talvez ainda se chamem, autoironicamente, de 'as six'", lembra o autor. "No início, minha ideia era que seriam seis amigas, mas, durante o processo, achei que 'as five' seria mais apropriado para o formato."

Acostumado a dialogar com o público infantojuvenil em outros formatos, Cao ressalta que sempre foi um desafio na TV falar com o jovem. E é ainda mais agora. "Atualmente, esse é um público que, na maioria das vezes, não está na televisão, está nas outras telas.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »