02/05/2017 às 09h49min - Atualizada em 02/05/2017 às 09h49min

Centrais vão ao Congresso negociar reformas

AGÊNCIA BRASIL
Paulo Pereira da Silva acredita em um diálogo com Temer

O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, disse ontem que representantes das centrais sindicais irão hoje ao Senado Federal para negociação possíveis mudanças nas reformas trabalhista e da Previdência Social.

“Não aceitamos a reforma trabalhista como está. E vamos para a Câmara. E vamos para o governo. Se o governo Temer quiser negociar amanhã, nós estamos dispostos a negociar. Agora, se o governo não abrir negociação, se o governo não discutir com centrais, se o governo não mudar essa proposta, nós vamos parar o Brasil novamente”, disse Silva, ontem, durante mobilização em São Paulo

Paulinho da Força, como é mais conhecido, é deputado federal pelo Solidariedade de São Paulo, disse que fará um apelo ao presidente Michel Temer para que seja "o cara que pacifica o país. E para isso tem que mudar a reforma da Previdência, tem que mudar a reforma trabalhista”. Referindo-se à greve geral da última sexta-feira (28), convocada pelas centrais sindicais, Paulinho estima que 40 milhões de trabalhadores pararam suas atividades aderindo à mobilização.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »