13/04/2017 às 09h03min - Atualizada em 13/04/2017 às 09h03min

Rodrigo Parreira integra Seleção Brasileira

ÉDER SOARES – ESPECIAL PARA O DIÁRIO
Crédito: Comitê Paralímpico Brasileiro Rodrigo foi medalha de bronze nos 100m rasos, no Rio

Entre os dias 20 e 23 de abril, Rodrigo Parreira, goiano de nascimento, mas uberlandense de coração, vestirá mais uma vez a camisa da Seleção Brasileira. O paratleta, que treina no Sesi Gravatás aos comandos do técnico Leandro Ferreira, vai ao Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, competir no Open Internacional de Atletismo e Natação, uma das competições mais competitivas e importantes do paratletismo mundial. Parreira conquistou duas medalhas nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016: prata no salto em distância e bronze nos 100m rasos.
           
Promovido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), o Open é a etapa brasileira do Grand Prix de atletismo, considerado o principal circuito mundial. O Grand Prix é realizado pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC) e acontece em nove etapas, passando por países da América, África, Ásia e Europa.
             
Para a competição, o CPB convocou 30 atletas que disputam provas como salto triplo, lançamento de dardo e disco. Único representante de Uberlândia, Parreira, participa de três provas da categoria T36 (paralisia cerebral), sendo que em duas delas foi medalhista nas Paralímpiadas Rio 2016: salto em distância (na qual conquistou prata), 100 m rasos (em que alcançou o bronze) e 200 m rasos.  
Atualmente, Parreira detém os recordes americanos nas três modalidades que compete, com os tempos de 12.53s nos 100 m, 25.86s nos 200 m e 5.62m no salto em distância.

“Estamos iniciando um novo ciclo olímpico e podemos evoluir muito nas provas de corrida, que consequentemente nos dá um ganho no salto em distância, que é uma das minhas melhores provas. Tudo isso visando chegar às Paralimpíadas de Tóquio 2020”, disse Parreira.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »