12/04/2017 às 09h04min - Atualizada em 12/04/2017 às 09h04min

Uberlândia Esporte Clube segue escalada positiva desde 2015

Eder Soares – Especial para o Diário
Flávio Gomide, vice-presidente do Uberlândia Esporte Clube, e Fabrício Tavares, diretor de futebol do time

Frustração é uma palavra que não chegou perto do torcedor do Uberlândia Esporte Clube ao final do Campeonato Mineiro. Apesar de o time não ter chegado às semifinais da competição, o gosto especial pela classificação para a Série D de 2018 foi bem melhor. Aliás, o clube vem melhorando gradativamente no cenário futebolístico nos dois últimos anos.

Depois de amargar cinco anos seguidos no Módulo II do Mineiro (2011 a 2015), o que na verdade é a legítima segunda divisão estadual, em 2015 o alviverde conquistou o acesso de volta à elite da competição.

No ano passado, o time alviverde, sob o olhar de muita desconfiança, conseguiu garantir a sua permanência na primeira divisão, o que não é muito normal com as equipes que sobem do Módulo II. Na maioria das vezes, estes times acabam caindo no ano seguinte, devido às dificuldades na tabela de jogos das equipes que vêm do Módulo II. Fato que aconteceu neste ano com o América de Teófilo Otoni.

Neste ano, além de permanecer na elite estadual, o Verdão conseguiu o que era o seu grande objetivo: uma das três vagas do estado para a quarta divisão nacional. Segundo o diretor de futebol do Verdão, Fabrício Tavares, para 2018 o plano é chegar às semifinais do Mineiro e brigar pelo acesso para a Série C do Brasileiro de 2019.

“Tenho certeza que 2019 será um grande ano para a torcida do Verdão. Vamos procurar manter grande parte do elenco deste ano, que é muito bom, e vamos fazer contratações pontuais. Dessa forma, teremos um time muito mais forte e que tende a conquistar todos nossos objetivos no ano que vem”, disse Fabrício.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »