02/03/2017 às 09h24min - Atualizada em 02/03/2017 às 09h24min

Choro busca seu espaço na noite uberlandense

Wellington Gama e Regional Fogo na Roupa se apresentam no Aifaiataria

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Wellington Gama é cantor, compositor e um estudioso do Choro

Procurar um espaço para se apresentar na noite seja em Uberlândia ou qualquer outra cidade não é tarefa fácil para os artistas. O mercado varia de imprevisível a previsível demais, tudo depende da época e do comportamento do consumidor de música. Mas se está difícil para o rock, para o pop, e, segundo entrevista recente do cantor Gui Ferreira, até para o sertanejo, a situação quando o assunto é Choro, se complica um pouco mais.

Mas tal situação não desanima os artistas que se dedicam a este estilo 100% brasileiro que não tem o apelo das massas. Há quase um ano, o músico e compositor Wellington Gama tem nas noites de quinta-feira uma boa parceria com o Alfaiataria Pub, em Uberlândia, onde hoje realiza mais uma edição do “Choro de Quinta”, desta vez com o tema “Ressaca de Carnaval”.

Gama é um estudioso do Choro. Pesquisa sobre os compositores, os estilos agregados a ele, instrumentos e características. É também compositor. “Hoje estou com 190 músicas dentro do gênero Choro e venho fazendo esse trabalho há 15 anos em prol dessa cultura. Meu conjunto faz 10 anos em 2017”, afirma ele, referindo-se ao Regional Fogo na Roupa.

Com o CD “Sarau” lançado em 2010 com o grupo, Gama está com outros dois trabalhos em fase de gravação. O segundo dele com o Regional Fogo na Roupa e outro projeto chamado "Revendo o Passado - Noite de valsas brasileiras", que já tem cinco anos. “Ambos precisam de recursos financeiros para serem finalizados. Estou gravando por minha conta desde 2011. Esse ano aprovei um projeto para gravar meu primeiro disco autoral, mas preciso captar com as empresas. É um trabalho árduo”, comenta o músico.

Por mais que a parte burocrática leve ao desânimo algumas vezes, Wellington Gama afirma que no final das contas, o trabalho vale a pena. “Essa cultura do Choro ainda é muito nova, felizmente ganhou mais repercussão com esse trabalho que temos feito nos últimos 15 anos e quem já viu nossas apresentações sabem que a qualidade está sempre em primeiro lugar. E não tinha como ser diferente. O Choro é nossa música e merece ser defendido”, afirma.

As quintas-feiras de Choro no Alfaiataria completam um ano em abril e por isso o mês terá uma programação especial por outros dois motivos além de celebrar esse primeiro ano do projeto: aniversário do Choro e os 10 anos do conjunto Wellington e Regional Fogo na Roupa, que ganhará, inclusive, show no Teatro Municipal de Uberlândia. Entre outros projetos, Gama é responsável pelo “Chorinho no Coreto” que já foi um evento mensal em Uberlândia e recebeu diversos nomes da música brasileira por 26 edições.

MÚSICOS

O show “Choro de Quinta – Ressaca de Carnaval” desta noite terá, além de Wellington Gama (cavaquinho, bandolim, flauta e violinha), a participação dos músicos Bruno Silva (Cavaquinho), Neil Moreira (violão 7 Cordas), Manoel Moura (pandeiro) e Tiago de Paula (clarinete).

SERVIÇO

O QUE: Wellington Gama no Choro de Quinta

ONDE: Alfaiataria Pub (Rua Barão de Camargo 614 – Centro)

QUANDO: Hoje, às 20h

QUANTO: R$ 5 (couvert artístico)

INFORMAÇÕES: 3219-4242


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »