01/03/2017 às 09h28min - Atualizada em 01/03/2017 às 09h28min

Fernanda Montenegro abre Festival de Curitiba em março

Bailarino que começou impulsionou a carreira em Uberlândia está entre as atrações

SÃO PAULO
Fernanda Montenegro abre o festival com a leitura de “Nelson Rodrigues por ele mesmo”

Após completar 25 anos e ter sua curadoria renovada no ano passado, o Festival de Curitiba divulgou a programação desta edição, que vai de 29 de março a 9 de abril. Com mais de 350 atrações, a programação organizada por Guilherme Weber e Márcio Abreu traz um eixo voltado para o trabalho de grandes atrizes brasileiras, entre elas Fernanda Montenegro, que abre o festival com a leitura de “Nelson Rodrigues por ele mesmo”, obra organizada pela filha do dramaturgo, Sonia Rodrigues.

Weber explica que, desde a última edição, o objetivo era criar uma programação em torno do pensamento. "Temos um time de grandes artistas de diversas gerações que vão refletir o feminino na sociedade e a política no Brasil." A lista inclui a atriz Juliana Galdino em seu “Leite Derramado”, Fernanda Torres no solo “A casa dos budas ditosos” e a Lia Rodrigues, que estreia no festival com “Para que o céu não caia”. "São montagens que nos ajudam a repensar a condição da mulher diante do machismo e diante do histórico do nosso país", explica o curador.

Ele conta que, em relação ao público médio que mora em Curitiba, é importante dar espaço para diversos trabalhos, ainda que não sejam estreias. "Há muito tempo, o festival serviu como um panorama do que todos veríamos pelo Brasil ao longo do ano. Agora, não buscamos tanto essa obrigação, mas a de formar plateias e refletir sobre cada produção trazida", diz.

Na lista de estreias internacionais, o grupo português Mala Voadora vai construir uma autobiografia ficcional do escritor Jorge de Andrade no espetáculo Moçambique. Já o dramaturgo iraniano Nassim Soleimampour articula em “Blank” uma montagem sobre a experiência de censura e opressão contra artistas em seus países.

 

REPRESENTANTE MINEIRO

Wagner Schwartz fará apresentação de “Transobjeto” em Curitiba

Nesse ano, Weber conta que também quer apostar em artistas residentes, cujo trabalho ultrapassa o Brasil em suas fronteiras. Um deles é o performer Wagner Schwartz que propõe um passeio físico pela obra dos artistas plásticos Lygia Clark e Hélio Oiticica, passando por Caetano Veloso e Carmem Miranda. "Queremos acompanhá-los de perto, provocá-los e desenvolver uma trajetória ligada ao festival", explica Weber. Schwartz é carioca, morou durante muitos anos em Uberlândia, onde consolidou sua carreira como coreógrafo e bailarino e atualmente reside na França. Ele apresentará “Transobjeto” nos dias 3 e 4 de abril.

Mais informações sobre o festival no site www festivaldecuritiba.com.br.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »