07/02/2017 às 09h20min - Atualizada em 07/02/2017 às 09h20min

Bruno Henrique celebra chegada ao Santos

Atacante Bruno Henrique vai jogar com a camisa 27

     

     O Santos apresentou ontem mais um reforço contratado para esta temporada. O atacante Bruno Henrique, 26 anos, era sonho antigo da diretoria e já havia sido cobiçado quando ainda vestia a camisa do Goiás, em 2015. Essa insistência e o desejo demonstrado pelos dirigentes de contar com seu futebol foram determinantes para que ele assinasse com o clube.
“No ano de 2015, quando eu jogava pelo Goiás, o Santos tentou me trazer e não deu certo. O que me motivou mais foi, novamente, o Santos e o treinador Dorival terem pedido meu nome. Isso me fez vir para o Santos, sabendo da responsabilidade. Vim para ajudar. Quero agradecer ao clube pela oportunidade. É um time que todos conhecem. Quero ajudar em 2017”, declarou.
Revelado na base do Cruzeiro, Bruno Henrique rodou por clubes menores até chegar ao Goiás, onde se destacou no Brasileirão de 2015. Negociado com o Wolfsburg, pouco atuou e deixou o futebol alemão sem deixar saudades. Agora, assinou por cinco temporadas com o Santos, que desembolsou R$ 13,5 milhões por seu futebol. Tanto prestígio fez o próprio atacante mostrar ansiedade para entrar em campo.
Apesar da confiança do Santos em seu futebol, Bruno Henrique ainda é desconhecido de boa parte da torcida. Por isso, fez questão de apresentar suas características. “Eu me enxergo como sempre joguei, pelas beiradas. É onde me saio melhor. Tenho jogo rápido. Tenho certeza que vou me dar muito bem aqui no Santos”, garantiu.

Tom Brady lidera virada histórica 

     Com sete participações no Super Bowl, a final do futebol americano nos Estados Unidos, Tom Brady (foto) entrou para a história ao conquistar seu quinto título e levar sua equipe a uma virada espetacular na noite de domingo (6), em Houston. O New England Patriots perdia por 28 a 3 para o Atlanta Falcons, mas ele conseguiu armar as jogadas para chegar ao empate no tempo normal. Na prorrogação, fez a diferença e decretou a vitória dos Patriots por 34 a 28. Aos 39 anos, o astro foi vitorioso em sua sétima participação no grande evento. Agora ele acumula cinco títulos e apenas duas derrotas. E entrou para a história por fazer um time ser campeão após tirar a maior diferença de pontos no Super Bowl. Antes disso, a maior desvantagem de um campeão havia sido de dez pontos.

 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »