12/02/2021 às 08h00min - Atualizada em 12/02/2021 às 08h00min

Detalhes sobre o mineiro deste ano

ALBERTO GOMIDE
Divulgação
Começa no próximo dia 27 o Campeonato Mineiro da Divisão Especial 2021, em sua 106ª edição, equivalente à elite. É sempre bom o torcedor tomar conhecimento de como será realmente a competição, com as normas estabelecidas pela entidade promotora, no caso, a Federação Mineira de Futebol.

O Campeonato será disputado em três fases: fase classificatória, semifinal e final. Todos os clubes (12) se enfrentarão uma vez, em turno único, classificando-se, ao final das 11 rodadas, para a fase semifinal, os 4 melhores colocados.

Ao final desta fase, será feita a classificação geral, que será observada para definição e confronto dos clubes em todas as fases seguintes (semifinal, final e Troféu Inconfidência), além do rebaixamento de dois clubes para o Campeonato Mineiro de 2022 – Módulo II. As semifinais e a final serão em jogos de ida e volta, o mesmo acontecendo no Troféu Inconfidência.

Caso o Estado Minas Gerais tenha direito a uma 5ª vaga para a Copa do Brasil 2022, está será do campeão do Troféu Inconfidência 2021. Os clubes campeão do Interior e campeão do Troféu Inconfidência disputarão o título da Recopa do Interior, em duas partidas.

A renda líquida de cada partida pertencerá ao clube mandante, salvo acordo prévio, diverso e expresso entre os clubes. Para a Série D do Campeonato Brasileiro de 2022, a FMF indicará à CBF os clubes melhores colocados no Campeonato, excluídos os que já integram as Séries A, B e C, do Campeonato Brasileiro, salvo se houver regra da entidade nacional em contrário.

Em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus, só haverá a liberação de público nos estádios quando todas as cidades tiverem as respectivas autorizações de suas prefeituras. Caso essa liberação ocorra apenas na 11ª rodada, será mantida a proibição de público na última rodada para garantir o equilibro técnico da competição. Nessa hipótese, a liberação para o público ocorrerá apenas a partir das semifinais, do Campeonato e do Troféu Inconfidência.

Com relação aos estádios, considera-se como local de mando de campo, a princípio, o estádio indicado formalmente pelos clubes no Conselho Técnico, a saber:

América Futebol Clube: Estádio Raimundo Sampaio, o “Independência” (Belo Horizonte);
Associação Atlética Caldense: Estádio Dr. Ronaldo Junqueira, o “Ronaldão” (Poços de Caldas);
Athletic Club: Estádio Joaquim Portugal (São João del Rei);
Boa Esporte Clube: Estádio Dilzon Melo, o “Melão” (Varginha);
Clube Atlético Mineiro: Estádio Governador Magalhães Pinto, o “Mineirão” (Belo Horizonte);
Clube Atlético Patrocinense: Estádio Pedro Alves do Nascimento (Patrocínio);
Coimbra Esporte Clube: Estádio Flávio Pentagna Guimarães (Contagem);
Cruzeiro Esporte Clube: Estádio Governador Magalhães Pinto, o “Mineirão” (Belo Horizonte);
Pouso Alegre Futebol Clube: Estádio Irmão Gino Maria Rossi, o “Manduzão” (Pouso Alegre);
Tombense Futebol Clube: Estádio Antônio Guimarães de Almeida, o “Almeidão” (Tombos);
Uberlândia Esporte Clube: Estádio Municipal Parque do Sabiá (Uberlândia);
União Recreativa dos Trabalhadores: Estádio Zama Maciel (Patos de Minas);

A rodada de abertura também está definida: dia 27/02, sábado, 19h – Caldense x Tombense; dia 28/02, domingo, 10h –  Uberlândia x Cruzeiro; 15h – Pouso Alegre x Coimbra; 16h – Atlético x URT; 16h – América x Boa; 16h – Patrocinense x Athletic Club.


Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Relacionadas »
Comentários »