01/12/2020 às 08h00min - Atualizada em 01/12/2020 às 08h00min

Futsal do Praia já pensa na LNF 2021

ALBERTO GOMIDE
A Liga Nacional de Futsal acontece em 2020 na sua 25ª edição. Organizada com credibilidade, reconhecimento e considerada a maior competição de futsal do mundo. Com esses predicados, a Liga Nacional de Futsal atinge um quarto de século de vida solidificada, com muito a crescer e colocar a modalidade com ainda mais destaque no cenário do esporte.
 
A edição de 2020 está na reta final, com a mesma fórmula de disputa da temporada passada. As 21 equipes disputaram 20 jogos na primeira fase, todas realizando o mesmo número de partidas dentro e fora de seus domínios. A partir da fase classificatória, as 16 melhores equipes entraram no mata-mata até o final da competição.
 
A cidade de Uberlândia esteve representada na competição pela 5ª vez: 2008 a 2011, e agora 2020. O time de futsal do Praia Clube fez história na Liga Nacional deste ano. Além de retornar à principal competição da modalidade no país após nove anos, a equipe de Uberlândia conseguiu avançar às oitavas e às quartas de final pela primeira vez.
 
Na primeira fase, o Praia terminou na terceira colocação do Grupo A, com 16 pontos, e garantiu a nona melhor campanha na classificação geral. Nas oitavas de final, eliminou o Umuarama, do Paraná, na prorrogação do segundo jogo, e foi eliminado pelo Tubarão, de Santa Catarina, nas quartas. O time ficou a uma vitória da semifinal.
 
Conversei ontem com o técnico Marcelo José Duarte, o Morcego, responsável por manter um grupo coeso, determinado e preparado tecnicamente dentro de quadra para a difícil e importante missão da equipe praiana. Morcego disse que o grupo foi muito profissional, defendeu o Praia que tudo aquilo que podia fazer em todos os momentos, principalmente quando precisava reagir em busca de um resultado positivo, superando as dificuldades.
 
“Reconhecemos que fizemos uma excelente campanha, não podemos negar. Nosso time cresceu dentro da própria competição e nosso esforço e comprometimento foi recompensado com o bom desempenho no campeonato”, ressaltando que apenas detalhes tiraram o Praia da fase semifinal.
 
Morcego disse ainda que esta semana será de reuniões da comissão técnica com a diretoria, fazendo uma prestação de contas do trabalho desenvolvido desde a preparação até ao final da participação no campeonato. A partir de agora, o Praia já começa a pensar e trabalhar visando a temporada 2021. Comentou que é natural que aconteçam alterações no grupo. “Do mesmo jeito que pensamos em outros jogadores, os outros também já pensam em nomes que defenderam o Praia e levou a equipe a realizar uma campanha inédita na LNF”, disse Morcego.
 
O diretor de esportes Paulo Henrique do Nascimento Silva, que acompanhou todo o trabalho, terá um relatório final e completo sobre o desempenho da equipe na LNF e certamente já iniciaremos discussões sobre a próxima temporada, afirmou o técnico. “Uma pena foi não poder contar com público nos jogos”, concluiu.


*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a  opinião do Diário de Uberlândia.



 
Relacionadas »
Comentários »