03/04/2020 às 08h00min - Atualizada em 03/04/2020 às 08h00min

Corona leva à internet

TANIA MALAMUD
A ABComm, Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, em parceria com o Compre & Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, divulgou relatório com as variações no faturamento do e-commerce brasileiro causadas pela crise do novo coronavírus.  O estudo compara vendas realizadas em fevereiro e março de 2020 com as do mesmo bimestre de 2020 e mostra aumento significativo no consumo dentro do varejo digital. Em números, a análise mostra que houve aumento significativo no consumo das categorias de Supermercados (80%), Saúde (111%) e Beleza e Perfumaria (83%).  Por outro lado, segmentos como Câmeras, Filmadoras e Drones (-62%), Games (-37%), Eletrônicos (-29%) e Automotivo (-20%), apresentaram forte queda no período.

APLICATIVO ESSENCIAL
Por conta da disseminação do coronavírus, o iFood viu o número de candidatos a vagas de entregador mais que dobrar no mês de março. O aplicativo, que opera em mais de 1 mil cidades em todo o Brasil, recebeu em março 175 mil inscrições de candidatos interessados em atuar como entregadores da plataforma ante 85 mil em fevereiro.

AR MAIS PURO
No Rio de Janeiro, o isolamento social, que começou em 17 de março, influenciou a qualidade do ar da cidade. Um levantamento do Inea, Instituto Estadual do Ambiente, mostrou uma redução na concentração de dióxido de nitrogênio (NO2). De acordo com o órgão, isso se traduz em “uma expressiva melhora na qualidade do ar”.

EXPLORAÇÕES VALIOSAS 
Famosas instituições culturais que fecharam as portas devido ao coronavírus estão disponibilizando exposições virtuais gratuitas. O Museu do Louvre, em Paris, e o Vaticano, são alguns deles.

QUEDA
Neste ano, entre os muitos segmentos que devem sofrer queda, está o de moda e artigos esportivos. A expectativa é de que seja em torno de 20% a 25%, de acordo com BCG, Boston Cosulting Group.

ACESSÓRIO DA MODA
A nova moda agora é a pulseira em silicone que armazena até 8ml de álcool em gel. Disponível em cores variadas, também é possível guardar nela repelente ou protetor solar. 

ENTREGAS GRATUITAS 
O James, plataforma de entregas  exclusiva das redes Pão de Açúcar e Extra, está realizando entregas gratuitas para quem faz parte do grupo de risco: idosos, profissionais da saúde e pessoas que tenham doenças que podem complicar o quadro em caso de infecção pelo coronavírus. Por meio de seu programa de assinaturas Prime, esse público não pagará a mensalidade do benefício por tempo indeterminado para as compras a partir de R$ 50 no Extra e no Pão de Açúcar e a partir de R$ 25 em restaurantes parceiros selecionados. Não há limite de quantidade de compras por mês.

MANTER A CALMA
Em webconferência organizada pela XP Investimentos nesta semana, Luiza Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza, defendeu que empresários do país mantenham o nível de emprego ante a crise disparada pelo coronavírus no Brasil e que os recursos prometidos por governos federal e estaduais cheguem rapidamente à população. “Estou pedindo para as pessoas terem calma… O governo está propondo medidas, muitas coisas que elas acham que vão ter de pagar no dia 10, não vão precisar”, disse a empresária.

CRÉDITO AOS PEQUENOS NEGÓCIOS 
Nos próximos três meses, o Sebrae vai destinar 50% da sua arrecadação (no mínimo), para ampliar o crédito aos pequenos negócios. Os recursos vão fortalecer o Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe) e permitir um aumento nas operações de microcrédito com taxas mais baixas, maior prazo e melhor período de carência. A operação de socorro deve começar com R$ 1 bilhão em garantias, o que permitirá a concessão de aproximadamente R$ 12 bilhões em crédito para pequenos negócios. A ação foi anunciada nesta semana.


*Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.












 
Relacionadas »
Comentários »