14/03/2019 às 10h12min - Atualizada em 14/03/2019 às 10h12min

Da Quaresma

TIAGO BESSA
Há nove dias adentramos o tempo da Quaresma (do latim: "quarenta dias"), em que os fiéis de algumas igrejas cristãs se abstêm de alguns hábitos, tais como o consumo de álcool e carne vermelha. Dentro do que a Igreja Católica denomina "Ciclo Pascal", composto por três períodos, a Quaresma representa o primeiro deles: a "preparação". Preparam-se os fiéis para a ressurreição de Jesus, por meio dos sacrifícios individuais advindos das abstinências. E de abstinência o torcedor do Verdão conhece bastante, infelizmente!

Na minha última coluna escrevi sobre a possibilidade de o carnaval dos torcedores do Verdão ser o "carnaval dos Pierrôs". Mas não foi assim, visto que o time venceu o Nacional de Muriaé no Parque do Sabiá e deu ânimo à folia da torcida. Como, no Brasil, o carnaval dura um pouco mais do que o previsto, o Verdão fechou a festa com a segunda vitória consecutiva, desta vez contra o Democrata de Sete Lagoas e na casa do adversário.

Essas duas vitórias consecutivas certamente deram ao Verdão o incentivo que o elenco precisa para enfrentar a quaresma que está por vir. Analisando a tabela, reparei que a última rodada da fase de classificação será no sábado santo, dia 20 de abril, e contra nada menos do que o Uberaba Sport Club no Parque do Sabiá. Serão quatro jogos em casa e dois fora, contando com a partida contra o arquirrival uberabense. Quer dizer que nossa quaresma tem tudo para não ser de abstinência, pelo menos no que diz respeito às vitórias.

Mas quer dizer também que, caso o UEC não consiga garantir logo a classificação antecipada, a disputa por uma vaga (ou por uma colocação melhor entre os quatro primeiros) será contra seu maior adversário que, em 2010, sagrou-se campeão da Taça Minas Gerais contra o Verdão e dentro da nossa casa. São nove anos com o clube zebuíno entalado em nossa garganta. Não me sai da memória aquele mascote simulacro de boi zebu soltando fumaça pelas ventas enquanto os adversários comemoravam um título dentro da nossa casa. Chegou a hora de proporcionarmos a eles a quaresma que lhes é merecida, com pelo menos mais um ano de espera para voltar à elite.

Ah! E o CAP? A quaresma deles parece que vai durar mais um pouco!!!
Tags »
Relacionadas »
Comentários »