23/09/2016 às 16h35min - Atualizada em 23/09/2016 às 16h35min

Léo treina, admite nervosismo antes de "adeus" ao Santos e quer empate

Despedida do ex-lateral-esquerdo será no dia 8 de outubro, em amistoso contra o Benfica. Ele jogou e virou ídolo nos dois clubes e não quer que nenhum deles vença

A última atuação do ex-lateral-esquerdo Léo pelo Santos foi em abril de 2014, em partida contra o Mixto, pela Copa do Brasil. O ex-jogador, maior campeão do Peixe após a Era Pelé, porém, não teve um jogo de despedida. O "adeus" oficial será realizado apenas no próximo dia 8, na Vila Belmiro, em amistoso contra o Benfica, às 18h (de Brasília). E o ídolo santista está se preparando.

Léo Santos (Foto: Bruno Giufrida)

Léo Santos (Foto: Bruno Giufrida)

Léo toma um "banho" no CT Rei Pelé durante um de seus treinamentos (Foto: Bruno Giufrida)

Léo, mesmo após largar o futebol, aos 38 anos, seguiu treinando por conta própria em academias, mas não especificamente para entrar em campo. Depois do anúncio da realização do confronto com o clube português, pelo qual atuou de 2005 a 2009, o ex-lateral intensificou sua preparação no CT Rei Pelé e está pronto.

Léo Santos (Foto: Bruno Giufrida)

Léo Santos (Foto: Bruno Giufrida)

Léo ao lado do preparador físico Toni Rodrigues, responsável por sua preparação (Foto: Bruno Giufrida)

– Foram os dois clubes da minha vida. Vai ser uma emoção muito grande. Mas quero jogar pouco, não por falta de condições, mas porque eu quero mesmo é dar um tchau e deixar a festa para a Vila, que é a homenageada – explicou Léo.

O amistoso também fará parte das comemorações pelo aniversário de 100 anos da Vila Belmiro. Por contrato, Santos e Benfica precisam se enfrentar com força máxima. A ideia é que Léo participe da partida pelas duas equipes: provavelmente 20 minutos por cada uma.

Mesmo depois de 455 partidas disputadas e oito títulos conquistados pelo Peixe, o ídolo santista não consegue esconder a emoção de atuar novamente na Vila.

– Não tem como não ter (nervosismo). Minha vida toda praticamente foi aqui, vou reviver tudo aquilo, mesmo que por pouco tempo – continuou Léo, que não quer que nenhuma das equipes vença o amistoso.

– Quero que seja 1 a 1 ou 2 a 2. E já aviso: se tiver pênalti, eu não vou bater (risos) – completou.

Léo Santos (Foto: Bruno Giufrida)

Léo Santos (Foto: Bruno Giufrida)

Léo caminha ao lado do preparador físico no CT Rei Pelé (Foto: Bruno Giufrida)


Notícias Relacionadas »
Comentários »