18/09/2016 às 17h35min - Atualizada em 18/09/2016 às 17h35min

Torcedor por um dia, Fábio diz que prefere ajudar o time dentro de campo

Goleiro do Cruzeiro se recupera de cirurgia no ligamento cruzado anterior do joelho direito e viu empate com o Atlético-MG das arquibancadas do Mineirão

Goleiro Fábio é cercado por torcedores após o clássico no Mineirão (Foto: Marco Antônio Astoni)

Goleiro Fábio é cercado por torcedores após o clássico no Mineirão (Foto: Marco Antônio Astoni)

Goleiro Fábio é cercado por torcedores após o clássico no Mineirão (Foto: Marco Antônio Astoni)


O Cruzeiro teve um torcedor ilustre na tarde deste domingo, no Mineirão. O goleiro Fábio, que se recupera de uma cirurgia no joelho, viu de perto o empate por 1 a 1 com o rival Atlético-MG. Com 705 jogos pelo clube, sendo mais de 50 clássicos, Fábio disse que ficar na torcida é muito mais complicado do que entrar em campo.

- Ficar de fora é muito mais difícil. A torcida sofre muito. Tá louco! Você vê alguns lances dentro do jogo que parecem fáceis porque você está ali na arquibancada. Quem tá dentro de campo não tem a percepção do espaço e é mais difícil. É muito pior ficar fora.

 Ficar de fora é muito mais difícil. A torcida sofre muito. Tá louco! Você vê alguns lances dentro do jogo que parecem fáceis porque você está ali na arquibancada. Quem tá dentro de campo não tem a percepção do espaço e é mais difícil. É muito pior ficar fora.
Fábio

Fábio se recupera de uma cirurgia no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Depois do jogo deste domingo, ele ficou mais de 30 minutos distribuindo autógrafos e tirando fotos com os torcedores. O goleiro cruzeirense acredita que o carinho dos torcedores ajuda em muito na recuperação.

- Ajuda demais. O carinho que venho recebendo de todos, desde a minha lesão, é primordial pra que a recuperação flua de uma forma cada vez melhor. Pela fé que tenho em Deus, a evolução está sendo maravilhosa. Esperamos aí que este processo possa se concretizar dentro do nosso planejamento pra voltar o mais rápido possível.

Elogios a Rafael

O trabalho de Rafael foi elogiado por Fábio. Os dois convivem e treinam juntos desde 2008, quando Rafael subiu para o time profissional, e são muito amigos.

- O Rafael está preparado. A gente treina há muitos anos juntos, esperando sempre a oportunidade de jogar. Ele está tendo esta oportunidade agora e está indo muito bem. Graças a Deus, está ajudando a equipe e passando confiança. Isso é um grupo que tem que existir. Esse grupo competitivo pra gente sempre almejar coisas boas.







Notícias Relacionadas »
Comentários »