16/06/2016 às 06h00min - Atualizada em 16/06/2016 às 06h00min

Qual sua opinião sobre as cotas raciais? No Brasil, apenas 42% aprovam

Dos entrevistados, 42% disseram apoiar a medida de inclusão e 12% não apoiam

G1
Divulgação

Mais da metade dos brasileiros é a favor das cotas sociais destinadas a pessoas que passaram por escolas públicas, de acordo com pesquisa feita pela agência de pesquisa Hello Research. O resultado aponta que 54% das pessoas entrevistadas são totalmente a favor da política de cotas sociais no ensino superior, enquanto 14% são contra. Quando se trata das cotas raciais, destinadas às pessoas autodeclaradas pretas, pardas ou indígenas, o índice é mais baixo. Dos entrevistados, 42% disseram apoiar a medida de inclusão e 12% não apoiam.

Para professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e pesquisador da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) Brasil André Lázaro, não é surpresa que as cotas raciais tenham apoio menor que as sociais. “É um reflexo de como a sociedade lida com o racismo, negando-o: ‘Não há racismo, então não tem por que ter cotas raciais?”, afirma.

A aprovação das duas modalidades de cotas, no entanto, é maior do que em 2015. No ano passado, 30% das pessoas disseram ser a favor das cotas sociais, enquanto 23% apoiavam as cotas raciais. A comparação entre os resultados dos dois anos também aponta que, nos dois casos, houve diminuição dos que se declararam “parcialmente contra”, “nem a favor, nem contra”, ou “parcialmente a favor”.

Segundo Carvalho, isso significa que o significado das cotas está sendo absorvido pela população. “Na medida em que os anos vão passando, o significado se enraíza. O Brasil passou de uma exclusão social quase completa no ensino superior, até pouco tempo as camadas populares não tinham acesso às universidades importantes. Nesse ponto de vista, houve uma revolução”, diz.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »