27/05/2022 às 15h00min - Atualizada em 27/05/2022 às 15h00min

Aplicativo do estado mostra preços de combustíveis em Uberlândia

Plataforma permite que motoristas encontrem estabelecimentos com os menores valores

REDAÇÃO | DIÁRIO DE UBERLÂNDIA
Aplicativo "Educação Fiscal MG" foi desenvolvido pela Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) | Foto: Bruna Merlin

O Governo de Minas Gerais lançou nesta quarta-feira (25) um aplicativo de celular que permite ao consumidor pesquisar o preço dos combustíveis em postos. A plataforma libera a consulta de valores dos estabelecimentos que estiverem em um raio de distância de até 20km de onde o usuário estiver. O Diário de Uberlândia testou o novo serviço e listou alguns dos preços praticados na cidade. 

A funcionalidade "Pesquisa Menor Preço" está presente no aplicativo "Educação Fiscal MG", desenvolvido pela Secretaria de Estado de Fazenda (SEF). Ele está disponível, gratuitamente, nas lojas de apps dos sistemas Android e iOS. Para utilizar a ferramenta, basta preencher um cadastro básico.

Segundo o governador Romeu Zema (Novo), a proposta surgiu para evitar que motoristas não precisem ficar rodando atrás de um posto com o menor preço. O aplicativo promete atualizar os valores a cada 12 horas. 

“Com tanto avanço nessa área digital, temos que utilizar a tecnologia a nosso favor. Essa ferramenta vai auxiliar muito os motoristas mineiros. Com os reajustes constantes dos preços dos combustíveis, é fundamental pesquisar para economizar. Cada centavo conta. Ao acessar esse aplicativo os motoristas não vão precisar mais rodar para encontrar o menor preço do combustível. Essa informação estará na palma da mão”, destacou Zema.

O Diário de Uberlândia testou o aplicativo nesta quinta-feira (26) e foram encontrados 145 postos de combustíveis dentro do raio máximo de 20km de onde o aparelho se encontrava. 

Em um posto do bairro Pampulha, o preço da gasolina comum foi encontrado a R$ 6,69. Já em uma estabelecimento no Anel Viário Norte, no Distrito Industrial, o combustível estava a R$ 7,79. Outros comércios estavam com o preço menor, mas a última atualização havia sido feita há 36 dias. 

O litro do etanol comum foi encontrado por R$ 4,67, em um posto do bairro Martins, e por R$ 5,59 em dois estabelecimentos, ambos em trechos do Anel Viário Sul, nos bairros Taiaman e Distrito Industrial.

Já o preço do diesel S500 variou de R$ 6,41, em um posto do Distrito Industrial, até R$ 7,36 em cinco postos da mesma rede espalhadas em todas as regiões da cidade. O diesel S10 variou de R$ 6,57, em um estabelecimento no bairro Minas Gerais, a R$ 8,47 em um posto situado na BR-050.

De acordo com o secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, o monitoramento dos valores é feito com base nas notas fiscais emitidas pelos próprios postos. Ainda conforme dito pelo secretário de Fazenda, como o aplicativo estará em constante aprimoramento, a expectativa é de que outros produtos, como medicamentos e insumos da cesta básica, sejam agregados à "Pesquisa Menor Preço” em breve.

"A pesquisa de preços sempre foi e continuará a ser uma estratégia eficiente para valorizar o poder de compra do cidadão/consumidor. Com a ampla base de dados da Secretaria de Fazenda, nós pretendemos incluir ainda muitos outros produtos nessa ferramenta desenvolvida em parceria pelas equipes da Educação Fiscal e da Superintendência de Tecnologia da Informação da Secretaria de Fazenda”, conclui Gustavo Barbosa.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no Telegram

VEJA TAMBÉM:

 

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »