24/04/2022 às 08h30min - Atualizada em 24/04/2022 às 08h30min

Uberlândia e distritos recebem espetáculo gratuito do Grupo EMCANTAR

“A Nova Estória da Dona Baratinha” será exibido entre 25 e 29 de abril

DA REDAÇÃO
Obra é adaptação da clássica fábula da “Dona Baratinha” I Foto: THIAGO CARDINALI
Entre os dias 25 e 29 de abril, a cidade de Uberlândia e os distritos de Tapuirama, Martinésia, Miraporanga e Cruzeiro dos Peixotos recebem uma programação especial do Grupo EMCANTAR, com a exibição gratuita do espetáculo “A Nova Estória da Dona Baratinha”.
 
No dia 25 a obra é exibida às 10h na Escola Municipal Sebastião Rangel, em Tapuirama, e segue para Cruzeiro dos Peixotos no dia 26, quando é apresentada na Quadra da Comunidade, às 15h. No dia 27, Uberlândia tem dose dupla do espetáculo no CEU Campo Alegre, às 10h, e no CEU Shopping Park, às 16h. Já no dia 28, o distrito de Martinésia recebe o grupo na Escola Municipal Antonino Martins da Silva, às 15h e, por fim, a Dona Baratinha se despede no dia 29, em Miraporanga, na Escola Municipal Domingas Camin, também às 15h.
 
O ESPETÁCULO
A Nova Estória da Dona Baratinha é uma versão adaptada pelo Grupo EMCANTAR da clássica história “Dona Baratinha”. A fábula original aborda a saga afetiva de uma barata que deseja se casar, reproduzindo assim a vida da maioria das mulheres que são culturalmente educadas afetivamente para encontrar sua cara metade e para servir, cuidando assim do marido, dos filhos e da casa.
 
Na estória a Dona Baratinha limpa a casa, se arruma e vai para a janela a procura de um bom pretendente, depois, é claro, de ter achado uma moedinha (um dote) e isso passar a ser um de seus predicados, o que desvela também uma das facetas que permeiam as relações sociais e afetivas, nas quais os bens materiais e a boa aparência tem sido pré-requisitos para efetivar um bom relacionamento.
 
Durante a narrativa, vários pretendentes aparecem, mas eles não correspondem às expectativas e padrão desejado pela Dona Baratinha, até que surge o Senhor Ratão. Mas, no dia do casamento, o querido noivo vai a óbito e Dona Baratinha fica viúva, o que a torna infeliz e fadada à espera de um novo casamento.
 
Mas, e se o Senhor Ratão tivesse sobrevivido à tragédia? Será que Dona Baratinha teria sido feliz para sempre? Na versão adaptada pelo EMCANTAR, a tradicional estória ganha uma nova roupagem que satiriza esse padrão de sonho feminino. Nela, a Barata passa a duelar com um narrador, que insiste em contar a tradicional estória e, sem medo da figura masculina, desabafa quais são suas verdadeiras vontades, que não são as de se casar e ter filhos.
 
Na nova estória, a excêntrica figura da Dona Baratinha é independente e pretende viajar o mundo para realizar o sonho de ser uma grande cantora. Ela não se importa com os pretendentes que aparecem, pois esse não é seu único foco, uma tragédia como a morte do Senhor Ratão não a impede de ser feliz.
 
“A Dona Baratinha dessa estória representa as mulheres contemporâneas que lutam pela liberdade moral, intelectual e social. E ela faz todas essas defesas e reivindicações de forma leve e divertida, por meio de canções do universo infantil e episódios melodramáticos e cômicos, capazes de envolver público de todas as idades”, explicou a diretora do espetáculo, Ana Lopez.
 
Ainda segundo a diretora, o momento é de comemoração pela volta aos palcos. “Estamos muito felizes de voltar ao palco com a presença do público. Apesar de termos feito muitos espetáculos no formato on-line, sabemos que a presença faz toda diferença para o artista e para o fruir do espectador. O teatro é uma linguagem que tem como premissa esse encontro entre artista e público. E acredito que a escolha desse espetáculo foi muito assertiva, pois é o que temos de mais interativo, então estamos com muita expectativa dessa conexão com o público”, comentou.
 
FICHA TÉCNICA:
Concepção, dramaturgia e direção: Ana Lopez
Direção Musical: Carlos Júnior
Elenco: Ana Lopez, Carlim Ribeiro e Viviane Rodrigues
Instrumentista: Carlim Ribeiro (Teclado e Violão)
Figurino e Visualidades: Pablo Mendonça
Cenário: Carlim Ribeiro e Pablo Mendonça
Sonorização: Ricardo Campos
Concepção de luz: Carlim Ribeiro
 
APRESENTAÇÕES:
25/04 – 10h – E.M. Sebastião Rangel – Tapuirama
26/04 – 15h – Quadra da Comunidade - Cruzeiro dos Peixotos
27/04 – 10h – CEU Campo Alegre - Uberlândia
27/04 – 16h – CEU Shopping Park - Uberlândia
28/04 – 15h – E.M. Antonino Martins da Silva – Martinésia
29/04 – 15h – E.M. Domingas Camin - Miraporanga


• Compartilhe esta notícia no WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no Telegram

VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »